PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"Se tem um culpado hoje, sou eu", diz Guto Ferreira após derrota para Atlético-GO

Técnico afirmou que poderia ter reforçado o setor defensivo, mas fez substituições no sentido de "não trazer o adversário para cima", o que não teve o efeito esperado

15:42 | 13/12/2020
Técnico Guto Ferreira em entrevista após derrota do Ceará por 2 a 1 perante o Atlético-GO no Castelão (Foto: Reprodução/Vozão TV)
Técnico Guto Ferreira em entrevista após derrota do Ceará por 2 a 1 perante o Atlético-GO no Castelão (Foto: Reprodução/Vozão TV)

O técnico Guto Ferreira reconheceu que o Ceará teve um desempenho "aquém" na derrota por 2 a 1 perante o Atlético-GO, nesse sábado, 12, na Arena Castelão. O treinador ainda assumiu a responsabilidade por mudanças que não deram certo, ainda que ponderando que assim o fez por não “duvidar da equipe”.

“Talvez se eu tivesse duvidado um pouquinho mais da minha equipe, se tivesse fechado com jogadores mais defensivos, talvez eu tivesse conseguido sustentar”, afirmou o treinador em entrevista coletiva após o jogo. “À medida em que eu mexi para tentar não trazer a equipe deles pra cima de mim, não surtiu o efeito necessário. Então, como eu já falei aqui, se tem que colocar um culpado, sou eu".

O treinador comentou sobre a possibilidade de ter fechado mais a equipe, colocando Charles e Kelvyn, e dando mais liberdade para Pedro Naressi. "Na hora de mexer, talvez, com 1 a 0, poderia, de repente, fechar. Mas, se tivesse mantido e tivesse dado certo, eu também hoje estaria sendo exaltado. Então, à medida que não deu certo, o erro foi meu".

Guto Ferreira ainda afirmou que, contra o Atlético, “ocorreram coisas que, rotineiramente, nossa equipe não permite”. “A maioria dos times que nós temos enfrentado não finaliza tanto de dentro da área do jeito que o Atlético conseguiu”, disse. “Em determinado momento, a gente não conseguiu mais segurar a bola na frente”.

Confira a entrevista coletiva na íntegra: