PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"Estamos preocupados, pois o número de gols é altíssimo", diz Brock sobre desempenho defensivo do Ceará

O Vovô teve as redes balançadas 11 vezes nos últimos quatro jogos, pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil

Gabriel Lopes
16:50 | 24/11/2020
Eduardo Brock, zagueiro do Ceará (Foto: Wilton Hoots/Ceará SC)
Eduardo Brock, zagueiro do Ceará (Foto: Wilton Hoots/Ceará SC)

O sistema defensivo do Ceará vem sendo bastante criticado pelo desempenho nos últimos compromissos. Seja por falhas individuais ou coletivas, os comandados de Guto Ferreira sofreram 11 gols nos últimos quatro jogos disputados, válidos pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil. Além disso, a sequência de cinco jogos sem vencer agrava esse retrospecto negativo. Em entrevista coletiva guiada concedida nesta terça-feira, 24, o zagueiro Eduardo Brock admitiu a situação ruim do setor, mas ressaltou que soluções estão sendo buscadas para melhorar isso.

“Estamos preocupados sim, pois o número de gols é altíssimo mesmo. Obviamente envolve toda uma situação tática do time, mas nós, defensivos, somos bastante cobrados por isso. Estamos procurando, de todas as maneiras possíveis, com o tempo hábil que há para trabalhar. Mas principalmente estudar, tentar saber porque estão acontecendo os gols, qual o momento de falha, o que podemos fazer para melhorar. Estamos tentando corrigir. Se pegar nossos últimos jogos, são contra grandes equipes, com grandes ataques, equipes que fazem bastante gol. É uma dificuldade maior, mas temos que estar preparado para isso”, disse.

O próximo embate do Vovô será novamente contra uma equipe de ponta, como citou Brock. O Alvinegro de Porangabuçu recebe o São Paulo nesta quarta-feira, 25, na Arena Castelão, às 19h15min, em partida atrasada da 16ª rodada do Brasileirão. O Tricolor Paulista não perde em competições nacionais desde o dia 3 de setembro, contra o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro.

Eduardo Brock comentou a tabela difícil recente do Ceará e disse estar acostumado a enfrentar equipes da parte de cima da tabela. “Nos últimos jogos só pegamos times de ponta de tabela, tanto na Copa do Brasil, pegamos o Palmeiras, que na soma geral conta como derrota a eliminação. Pegamos o Grêmio, Atlético-MG. Acho que estamos mais que preparados para enfrentar mais uma equipe de ponta, que vem em uma crescente boa. Porém sabemos o que precisamos fazer para neutralizar eles. Vai ser uma dificuldade enorme, acima de tudo, pela grande qualidade que o São Paulo tem”, ressaltou.

Apesar da dificuldade, o zagueiro do Ceará não vê outro resultado possível que não seja uma vitória contra a equipe paulista. “Agora não temos que pensar ou cogitar algo que não seja a vitória. 100% do foco será no Campeonato Brasileiro, isso fará uma diferença muito grande para nós. Focar totalmente na vitória contra o São Paulo e depois pensar jogo a jogo. Precisamos subir na tabela, pois o lugar do Ceará não é na parte de baixo da tabela”, falou.