PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"Eu não vejo como desvantagem, vejo como grande desafio", diz Luiz Otávio, do Ceará, sobre final do Cearense

O Vovô terá que vencer o Fortaleza na partida de volta da decisão por pelo menos dois gols de diferença para ser campeão

Gabriel Lopes
18:00 | 19/10/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 28.09.2020: Luiz Otavio. Ceara jogava pelo Campeonato Brasileiro na Arena Castelão. em época de COVID-19.  (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 28.09.2020: Luiz Otavio. Ceara jogava pelo Campeonato Brasileiro na Arena Castelão. em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

Após dez meses do início, o Campeonato Cearense de 2020 terá encerramento nesta quarta-feira, 19, às 21h30min, na Arena Castelão. Ceará e Fortaleza se enfrentam pela partida de volta da decisão, que teve vitória do Leão na ida, dia 30 de setembro, por 2 a 1. Para ser campeão, o Alvinegro de Porangabuçu terá que vencer por pelo menos dois gols de diferença, pois a igualdade no saldo das duas partidas beneficia o Tricolor, time de melhor campanha na segunda fase. O zagueiro Luiz Otávio, em entrevista coletiva guiada nesta segunda-feira, 19, falou sobre a motivação do grupo para esse embate.

“Eu não vejo como desvantagem, eu vejo como grande desafio. Você tem que estar motivado todo dia, se motivar a cada dia. Buscar sempre força, determinação, porque você luta por algo a mais. Eu vejo essa oportunidade como mais um desafio que a gente já enfrentou. Enquanto houver chance, teremos esperança, buscaremos fazer o melhor. Até porque a gente trabalha para isso, para buscar conquistas, não só pessoais, mas títulos, para ficar marcado na história do clube. Vai ser um desafio e faremos de tudo para superar ele”, ressaltou.

As partidas finais do estadual ocorrem em meio a um calendário apertado, com jogos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, sem muito tempo para descanso. Por conta do maior prestígio técnico e maior valorização financeira das outras competições disputadas pelos clubes cearenses, o valor do estadual passou a ser questionado. Luiz Otávio comentou a situação e enfatizou a importância dos títulos.

“Na verdade, essa questão da desvalorização do estadual é mais externa. Não só o grupo, mas cada jogador, pensa em ganhar título, para não ficar marcado só no clube, mas na história. Nosso pensamento é valorizar ao máximo o estadual, valorizar ao máximo cada partida, cada título, cada conquista”, disse.

Por suspensão, Luiz não atuou no último compromisso do Ceará, diante do Fluminense, pelo Brasileirão. Ele deve ser titular na quarta-feira e voltar a atuar após dez dias somente treinando. Ele falou sobre os benefícios e malefícios do período sem partidas oficiais.

“Tem o lado positivo e o negativo de não estar jogando. O positivo é que você descansa um pouco mais, mas em compensação você trabalha para caramba também. Muitas vezes o treino se aproxima muito pouco do jogo, mas estamos trabalhando para caramba aqui, essa semana não foi diferente, pude aprimorar bastante coisa”, explicou.