PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Autor do primeiro gol do Ceará na virada sobre o Bahia, Fernando Sobral exalta "coletivo forte"

O Vovô venceu por 3 a 1 o Tricolor Baiano na primeira partida da decisão final do Nordestão com gols de Fernando Sobral, Cleber e Mateus Gonçalves

Domitila Andrade
20:34 | 01/08/2020
Ceará e Bahia fizeram a primeira partida da final da Copa do Nordeste, neste sábado, 1º, em Pituaçu, em Salvador. Fernando Sobral comemora após marcar o gol do Vovô. (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)
Ceará e Bahia fizeram a primeira partida da final da Copa do Nordeste, neste sábado, 1º, em Pituaçu, em Salvador. Fernando Sobral comemora após marcar o gol do Vovô. (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

Foram três gols e foi de virada que o Ceará encaminhou o bicampeonato na primeira partida da final da Copa do Nordeste, contra o Bahia, neste sábado, 1º. A vitória, contudo, começou a ser construída na rapidez do poder de reação do coletivo e na persistência de um indivíduo. O volante, que joga aberto pela direita, Fernando Sobral acreditou até o fim no lance e, atento, aproveitou o bate-cabeça entre o goleiro Anderson e Juninho Capixaba para empatar para o Vovô, que dois minutos antes, aos 25 minutos do primeiro tempo, tinha sofrido o golpe e estava atrás no marcador. Foi uma falha, mas foi também a obstinação de Sobral, amparada na atuação afinada do elenco. 

O coletivo, que tem se consolidado com o treinador Guto Ferreira, é exaltado pelo volante. “Hoje, a gente mostrou que o nosso coletivo é muito forte, como a gente tem mostrando. É continuar nessa evolução”, observa.

Leia também | Copa do Nordeste: de virada, Ceará vence Bahia no primeiro jogo das finais

O gol veio com o que tem se tornado a marca do atleta. Esforço, insistência e certa teimosia têm sido, inclusive, constantes nas apresentações de Sobral - que, ainda que não marque muitos gols (este foi o primeiro do ano, e não marcava desde março de 2019), o que lhe vale as críticas da torcida - cumpre rigorosamente o script arquitetado por Guto Ferreira.

Leia também | Ceará 3x1 Bahia: com gols, Fernando Sobral, Cleber e Mateus Gonçalves escreveram histórias de superação

“Acreditar é a palavra certa, desde o início da minha carreira tem sido assim. A minha caminhada no Ceará tem sido assim. Sempre acreditei, sempre trabalhei. Acho que eu pude acreditar até o fim (na jogada) e vi que o goleiro tava saindo. A bola ainda tava no meu alcance e eu fui feliz por acreditar até o final. E a bola sobrou pra mim e eu pude fazer o gol”, descreve o lance.

Com a vantagem de dois gols construída para a segunda e derradeira partida, na terça-feira, 4, Sobral pregou cautela. “Não tem nada ganho ainda, o Bahia é uma grande equipe. a gente sabe que o segundo jogo vai ser mais difícil ainda. É manter os pés no chão, com humildade a gente vai continuar surpreendendo. E se Deus quiser vamos conquistar esse objetivo que é o título”, projetou.