PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Fisiologista do Ceará explica mudanças no departamento durante pandemia: "Novos processos"

Giovanni Ramirez ainda falou sobre os equipamentos que o departamento hoje possui

12:18 | 26/06/2020
Trabalhos do departamento de fisiologia precisou passar por mudanças  (Foto: Divulgação/Cearasc.com)
Trabalhos do departamento de fisiologia precisou passar por mudanças (Foto: Divulgação/Cearasc.com)

A pandemia do novo coronavírus fez com que muitos trabalhos se adaptassem para continuar operando. No futebol isso não foi diferente. Em entrevista dada para o canal Vozão TV, o fisiologista do Ceará, Giovanni Ramirez, explicou os processo que precisaram ter alterações na volta presencial dos jogadores, até para seguir o protocolo sanitário desenvolvido pelo clube.

"Hoje em dia, por conta da pandemia, tivemos que criar novos processos, tudo o que era feito no vestiário, hoje fazemos no celular dos atletas e de um tablet do clube, com os dados sendo enviados à nuvem e a partir daí a gente integra as informações com os outros departamentos. Além disso, estamos fazendo relatórios diários e encaminhando aos outros setores do clube", esclareceu o profissional.

Ramirez também falou sobre o trabalho do departamento fisiológico do Ceará, que hoje conta com dois profissionais e precisa haver uma integração com os setores médico e físico. O fisiologista falou sobre a abrangência de ferramentas de trabalho disponibilizadas pelo Alvinegro.

"O setor vem desde 2017 e de lá para cá, a diretoria sempre acreditou no projeto. Nossos equipamentos vêm desde uma balança simples, até uma câmera termográfica, análise de saltos e de CK, coletas de dados via nuvem e eu acredito que essa evolução da fisiologia no Ceará é só o começo", afirma.