Participamos do

Apoio específico e assistente social: saiba como Rodrigão, do Ceará, melhorou a forma física

Após dificuldades para marcar gols e críticas sobre suposto sobrepeso, centroavante retoma treinos no clube em boa forma física e pode ser opção para o ataque do Alvinegro
17:01 | Jun. 07, 2020
Autor Vinícius França
Foto do autor
Vinícius França Repórter de Esportes do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Quando foi contratado, no finzinho de 2019, o atacante Rodrigão já enfrentou certa desconfiança da torcida do Ceará. Algo natural para praticamente qualquer atleta novo chega a um clube com torcedores exigentes. Mas a razão da insegurança tinha motivo específico: um suposto sobrepeso do jogador, que atrapalharia a performance em campo. Nos últimos dias, porém, a opinião de alguns torcedores tem mudado.

Inserido em um programa de acompanhamento específico para melhor a forma física, Rodrigão deu prosseguimento aos trabalhos na quarentena e, ao voltar aos treinos presenciais, apresentou visível diferença no condicionamento. Ao postar foto no Instagram no início deste mês, os comentários positivos chamaram atenção para o “shape” do atleta. Um contraste às críticas feitas antes da paralisação, reforçadas pelo desempenho em campo.

Diretor de futebol do Ceará, Eduardo Arruda reconhece a evolução do atacante, que recebeu um acompanhamento multidisciplinar. “Claro que o clube conversou com ele, o departamento de futebol entrou em contato. A gente tava em em cima. Ele vestiu a camisa do processo, se dedicou. A família foi importante em relação a isso, a assistente social do clube entrou em contato com familiares. Ele se dedicou, fez por onde”, elogia o dirigente.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Todo esse apoio também está disponível para os outros jogadores, mas Eduardo explica por que a assistência dada a Rodrigão foi “especial”: “Nós tínhamos acompanhamento diário do departamento físico, dos fisiologistas e do departamento médico com o todos os atletas. (Mas foi) Um pouco especial com ele porque a gente sabe do potencial dele, entendemos que nesse momento era importante ele fazer isso”.

Essencial em todo o processo, a assistente social Ana Claudia Dias, que não trabalhava com o elenco profissional até este ano, restringindo-se ao futebol feminino. Por iniciativa de Eduardo e dos gerentes e executivos de futebol Sérgio Dimas e Jorge Macedo, ela fez estágio de uma semana no Internacional-RS e mudou de patamar no clube. Agora, Ana Claudia também lida com os jogadores da equipe principal, além de outras modalidades.

O diretor de futebol do Vovô faz uma avaliação positiva dos primeiros meses do trabalho da assistente social: “(Ela está) Apoiando demais, é um apoio muito grande que ela dá com esse trabalho. (Teve) Um impacto muito positivo com os nossos atletas”. Por enquanto, Ana Claudia trabalha sozinha, mas o clube não descarta contratar outros profissionais para complementar a área.

EXTRA - ENTENDA A VOLTA DO FUTEBOL CEARENSE EM 7 PONTOS: OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST

Listen to "#97 - Volta do futebol cearense em 7 pontos" on Spreaker.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags