PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Em entrevista coletiva, Samuel Xavier analisa jogos contra ABC e Bragantino-PA

Ceará disputará os jogos por duas competições distintas: Copa do Nordeste e Copa do Brasil. Para Samuel, as partidas têm nuances diferentes

09:37 | 07/02/2020
Samuel Xavier deve voltar ao time titular contra o ABC, pelo Nordestão
Samuel Xavier deve voltar ao time titular contra o ABC, pelo Nordestão (Foto: Júlio Caesar/O POVO)

Os próximos jogos do Ceará na temporada serão bastante importantes para a sequência da equipe nas competições mais importantes do primeiro semestre. No sábado, 8, às 16 horas, o Vovô encara o ABC na Arena das Dunas, pela Copa do Nordeste. Alguns dias depois, na quarta, 12, o adversário da vez é o Bragantino-PA, às 15h30min, no estádio Diogão, em jogo único na primeira fase da Copa do Brasil.

Um dos jogadores que mais vestiram a camisa alvinegra no elenco atual, Samuel Xavier entende bem o que é atuar em jogos decisivos. Em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta, 7, o lateral fez sua avaliação das equipes, ponderando as diferentes nuances que cada partida deve ter por questões técnicas, de gramado e de buscar informações sobre o adversário.

“Eles vêm passando um momento muito bom, teve essa vitória em cima do América-RN que deu confiança. Então, um jogo agora dentro de casa, onde eles estão acostumados a jogar, eu creio que vai ter essa empolgação, mas a nossa equipe é experiente pra assimilar isso. A gente tem que impor nosso futebol, independente se é fora de casa ou não. Temos que ir pra cima, ir em busca desses três pontos, até porque a gente tá precisando desses três pontos”, disse Samuel sobre o ABC, que é líder invicto do Campeonato Potiguar e quarto do seu grupo no Nordestão.

Quando o lateral direito do Vovô falou que a equipe precisa da vitória, ele não está enganado. Em dois jogos pela Copa do Nordeste, o Alvinegro só somou dois pontos e ainda não venceu. Na quarta colocação do Grupo B, com quatro pontos, é importante vencer para não ficar muito para trás na briga pela classificação para as quartas de final.

Mudando a chave, o jogo da Copa do Brasil é considerado “perigoso” para Samuel Xavier. Mesmo tendo vantagem de se classificar com o empate, o jogo único pode ser bastante traiçoeiro por alguns motivos: “Essa forma da Copa do Brasil ficou muito difícil, porque é um jogo fora de casa, às vezes num estádio que o gramado não é tão bom. Então, a gente não pode errar, né. A gente tem que ser o mais letal possível. Lá atrás, não tomar gol e, na frente, quando tiver oportunidade, fazer. É muito difícil jogar fora de casa sem conhecer o estádio”, analisou o lateral.

Por enquanto, Samuel pode ser considerado titular absoluto do Ceará. Ainda assim, não jogou a última partida, contra o Pacajus, por conta do planejamento do técnico Argel Fucks, que poupou quase todo o time titular. O jogador deu sua opinião sobre a estratégia do treinador: “Acho que é necessário, sim. Até por essa maratona que a gente vai ter, esses dois jogos fora com viagens. Acho que foi importante pra fazer um trabalho de força na academia, poder recuperar alguns jogadores que estavam com algum incômodo”.