PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Contra o Corinthians, Ceará terá o desafio de vazar a 3ª melhor defesa do Brasileirão

Vovô deve aproveitar as grandes chances criadas no jogo e não desperdiças oportunidades como na última rodada, contra o Athletico-PR

09:47 | 03/12/2019
Bergson e Galhardo podem ser escalados como titulares pelo técnico Argel
Bergson e Galhardo podem ser escalados como titulares pelo técnico Argel (Foto: Julio Caesar)

O Ceará pode selar sua permanência na elite do futebol brasileiro na quarta-feira, 4, às 19 horas, contra o Corinthians, no Castelão. Um vitória ou empate, dependendo do resultado do jogo do Cruzeiro, já garante a equipe na primeira divisão em 2020. Mas para facilitar o caminho, conquistando um triunfo diante de sua torcida no último jogo do ano em casa, o Vovô terá o desafio de vazar a terceira melhor defesa do Brasileirão.

Em 36 rodadas, o Timão levou 32 gols. A média é de 0,88, inferior a um gol sofrido por jogo. O desempenho defensivo se dá muito por conta dos esquemas usados pelo técnico Fábio Carille, que foi demitido do cargo no começo de novembro. A postura de jogar na retranca foi efetiva, mas sofria críticas da torcida e da diretoria, que trouxe Tiago Nunes para mudar as características do time na próxima temporada.

Enquanto isso, o Corinthians é comandado pelo interino Dyego Coelho, que assumiu na 31ª rodada. Já procurando adaptar o time a um jogo mais ofensivo, o treinador já viu sua equipe marcar oito gols em oito jogos, além de sofrer apenas seis tentos nesse mesmo período, diminuindo a média de gols sofridos para 0,75. Porém, o tempo de trabalho é menor, o que acaba influenciando no cálculo dessa média, que tem que ser analisada com cautela. Mesmo com bom desempenho no ataque, o Timão venceu fora de casa pela última vez quando Carille ainda estava no cargo.

Segundo o site de estatísticas Footstats, o Corinthians é o terceiro time do Brasileirão que menos sofre finalizações certas (152), perdendo apenas para Flamengo, Palmeiras, Santos (empatados na primeira colocação) e Athletico-PR. Para vazar o seu adversário, o Ceará terá que ser cirúrgico nas oportunidades que aparecerem. Contra o Furacão, na última rodada, a equipe perdeu pelo menos cinco chances claras para abrir o placar no segundo tempo.

Mesmo que não consiga vazar o Timão, o Vovô não precisa se desesperar se também não levar gol. Afinal, um empate já pode salvá-lo do rebaixamento caso o Cruzeiro não vença o Grêmio em Porto Alegre. No seu último jogo em casa na temporada, o técnico Renato Gaúcho confirmou que o tricolor vai enfrentar os mineiros com força total, mesmo já confirmado na Libertadores ano que vem.