PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Valdo projeta 5 vitórias e não descarta Sul-Americana: "a gente tem condições"

Zagueiro deve ser o titular na retaguarda alvinegra ao lado de Luiz Otávio na quarta, 30, diante do Fluminense

11:07 | 28/10/2019
Valdo retomou a titularidade na última rodada
Valdo retomou a titularidade na última rodada (Foto: Mauro Jefferson/cearasc.com)

O Ceará se reapresentou na manhã desta segunda, 28, visando à preparação para o jogo diante do Fluminense no Castelão na quarta, 30, às 21h30. Em entrevista coletiva concedida antes do início das atividades, o zagueiro Valdo falou sobre a expectativa para o confronto, decisivo para o desenrolar da luta das duas equipes contra o rebaixamento.

“É um jogo difícil, o Fluminense tem uma equipe muito qualificada que gosta muito de mudar a variação de jogadores, de movimentações. Nossa equipe tem que estar compactada, bem preparada pra explorar os espaços que eles deixam”, comentou Valdo sobre as características do adversário, comandado pelo técnico Marcão.

O camisa 3 acredita que o Flu ainda tem características de quando ainda era treinado por Fernando Diniz, que hoje está no São Paulo: “A equipe deles ainda tem o padrão do antigo treinador, muita movimentação, muita posse de bola. Depois do nosso jogo, ainda peguei um pouco do jogo deles contra a Chapecoense. É uma equipe que povoa muito o campo ofensivo, mas deixa o campo defensivo muito exposto”.

Visando a permanência, Valdo projeta que cinco vitórias são o necessário para que o Ceará encaminhe a permanência com mais tranquilidade: “Eu sei que, o mais rápido possível, a gente vai conseguir essas cinco vitórias para deixar a torcida e a diretoria mais tranquilas”. Atualmente com 30 pontos, o Vovô chegaria aos 45 pontos, pontuação média para que uma equipe consiga ficar na elite, caso consiga triunfar mais cinco vezes.

Embora o pensamento do elenco esteja voltado para os concorrentes diretos e a fuga do Z4, o zagueiro não descarta totalmente o pensamento em uma competição continental: “A gente tem condições. Não podemos pensar em título brasileiro, seria muito difícil, mas Sul-Americana tem muitas possibilidades. A gente tem chance de terminar entre os dez primeiros da competição. Temos que mentalizar isso, tenho certeza que esse grupo pode conseguir”.