PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Adílson Batista atribui saída de atacantes a contenção do meia Alisson: "Tivemos dificuldades"

Treinador colocou um volante e um meia no lugar de dois atacantes no intervalo

14:44 | 10/10/2019
Comandante já contabiliza dois jogos sem vitória com o Alvinegro
Comandante já contabiliza dois jogos sem vitória com o Alvinegro (Foto: Aurélio Alves)

O Ceará entrou em campo nesta quarta-feira, 9, pela 24ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro e contra o Grêmio conheceu a sétima derrota nos últimos dez jogos - que inclusive são sem triunfos alvinegros. No intervalo do jogo, com a equipe perdendo por 2 a 1, o treinador alvinegro Adílson Batista tirou os dois atacantes em campo pra colocar um volante e um meia. A torcida ficou na bronca ao final do embate, e o comandante foi questionado sobre o assunto na coletiva de imprensa pós-jogo, explicando que foi para conter o meia Alisson.

"Estávamos tendo dificuldades porque o Alisson estava vindo por dentro. Estávamos tendo dificuldade e acho que consertamos. Processo de marcação e posicionamento teve uma melhora acentuada. Tanto que o Grêmio só chegou uma vez. No segundo tempo, tivemos um comportamento necessário desde o primeiro", esclareceu Adílson Batista.

Sobre a partida, o técnico do Ceará reconheceu a dificuldade que seria de enfrentar o Grêmio. "Era um jogo que conhecíamos a dificuldade, pelo volume de jogo que o Grêmio tem, em relação à posse de bola, deslocamento, triangulações, bola nos espaços para quebrar nossas linhas. Tivemos dificuldade no primeiro tempo, mas no segundo nosso comportamento foi melhor. Marcamos mais, as linhas jogaram mais próximas, neutralizamos. Não encaixamos uma situação de contra-ataque que queríamos, mas mesmo assim criamos chances, quase empatamos no fim", analisou.

O Ceará agora volta a campo no próximo domingo, 13, para enfrentar o Avaí na Arena Castelão às 16 horas. É mais uma oportunidade do Alvinegro de Porangabuçu de retornar a vencer no Brasileirão, visto que está há dez jogos sem conhecer o sabor do triunfo.