PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Diogo Silva afirma que derrotas incomodam, mas Ceará está "precavido" para sequência negativa

O goleiro deu entrevista coletiva nesta terça-feira e abordou vários assuntos, como a ausência do zagueiro Luiz Otávio

09:34 | 03/09/2019
Diogo Silva vem sendo titular desde a quinta rodada do Brasileirão
Diogo Silva vem sendo titular desde a quinta rodada do Brasileirão(Foto: Fco Fontenele/Fco Fontenele)

Pela segunda vez nesta edição do Brasileirão, o Ceará encara uma sequência incômoda de três derrotas seguidas. Os resultados negativos contra São Paulo, Flamengo-RJ e Athletico-PR fizeram o Vovô cair algumas posições na tabela e ficar um pouco mais próximo do Z4.

Segundo o goleiro Diogo Silva, porém, o elenco alvinegro já estava “precavido” caso algo assim acontecesse num campeonato difícil como a Série A. “Claro que mesmo sabendo da dificuldade das equipes que a gente ia enfrentar, nós não queríamos ter essa sequência de derrotas. Isso é muito ruim, mas a gente estava precavido que poderia acontecer”.

Nas últimas três derrotas, o Ceará sofreu quatro gols no finalzinho do primeiro ou do segundo tempos. Em todo o campeonato, das 18 vezes em que a defesa foi vazada, 13 foram com gols nos 15 minutos finais. Diogo afirma que a equipe tem que se manter ligada ao longo do jogo e não perder a concentração: “Acho que a gente precisa estar só mais um pouco atento. (Durante) o tempo todo, a gente tem estado concentrado, focado, mas em algum momento da partida pode ser que aconteça (da gente dar) uma desligada”.

No jogo contra o Athletico-PR, o Ceará viajou para Curitiba bastante desfalcado, sem cinco titulares – entre eles, o zagueiro Luiz Otávio. Sobre a ausência do seu companheiro de defesa na última derrota, Diogo admite que ele tem uma influência significativa no desempenho, mas que o resultado negativo veio porque o time como um todo entrou desconcentrado.

“Se você for avaliar individualmente o Valdo e o Tiago (Alves), qual foi o erro dos dois? Eu não vi. Claro que o Luiz Otávio tem uma sequência muito grande na equipe, então todo mundo sabe da importância dele. Mas não vejo que foi esse o motivo da gente tomar esses gols, precisamos entrar mais concentrados, mais ligados. Nosso elenco é qualificado, independente de quem jogar a gente sabe que vai dar conta do recado.”

O próximo confronto do Ceará é contra o Corinthians, na Arena Corinthians, em São Paulo. Um desafio que não promete ser menos difícil do que os outros, mas que pode ser “mais uma grande oportunidade pra gente poder conquistar a vitória e encerrar esse período sem vitórias o mais rápido possível”, segundo o goleiro alvinegro.

Também é a chance de encaminhar a primeira de oito vitórias que o Alvinegro precisa, segundo os cálculos de Diogo Silva, para se manter na Série A. “Eu creio que com oito vitórias nós chegamos aos 44 pontos, acho que é uma pontuação que garante a permanência. Então, o meu foco é esse. vamos buscar nossas oito vitórias o mais rápido possível, garantir nosso principal objetivo”. Pensar em Libertadores ou Sul-Americana? Só depois de fazer o dever principal: “Se nós conseguirmos isso com antecedência, vamos continuar focados para conquistar algo a mais”.

Ceará e Corinthians se enfrentam no sábado, 7, às 11 da manhã, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 18ª rodada do Brasileirão. O Vovô é o atual 14º colocado, com 21 pontos, enquanto o Timão ocupa a terceira colocação, com 31 pontos.