PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Ceará e Fortaleza tentam audiência com CBF para discutir arbitragem e VAR desde o começo do campeonato

16:04 | 19/08/2019
Pênalti não marcado para o Ceará neste domingo, 18, trouxe à tona discussão sobre arbitragem e VAR
Pênalti não marcado para o Ceará neste domingo, 18, trouxe à tona discussão sobre arbitragem e VAR (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

Os constantes erros de arbitragem contra Ceará e Fortaleza vêm tirando a paciência dos clubes. Segundo o Esportes O POVO apurou, a dupla vem tentando uma audiência com a CBF por meio da Federação Cearense de Futebol há algum tempo, mas a FCF só se mexeu agora para conseguir o encontro para discutir a arbitragem e o VAR em jogos dos times cearenses.

Essas são informações passadas por Jamilson Veras, o diretor do departamento jurídico do Ceará. Segundo o advogado, tanto Ceará quanto Fortaleza têm sido prejudicados pela arbitragem na Série A, e a dupla vem tentando essa audiência "desde o começo do campeonato". "Só a voz dos dirigentes não tem condição", declarou.

"O Ceará está em São Paulo desde a semana passada tentando viabilizar essa reunião. Só agora, com as críticas públicas (como as do Robinson de Castro, presidente do Alvinegro, no seu Twitter pessoal) que a federação está se mexendo para conseguir essa audiência. Não é de hoje que tentamos, até porque o primeiro erro não foi ontem. Desde o começo do campeonato estamos tentando nos mexer nisso", acrescentou Jamilson.

Com relação a uma possível data para essa audiência, o diretor jurídico do Alvinegro pensa que deve acontecer na próxima quinta-feira, 22, mas uma resposta da CBF com a data exata ainda é aguardada.

Ele ainda contou que o vice-presidente do Ceará, Raimundo Pinheiro, está em São Paulo e vai direto para o Rio de Janeiro aguardar a reunião. O presidente Robinson de Castro volta com os jogadores para Fortaleza nesta segunda-feira, 19, mas deve ir à capital fluminense quando a data sair oficialmente.

O Esportes O POVO conseguiu falar com o vice-presidente da Federação Cearense de Futebol, Eudes Bringel, que confirmou a solicitação da audiência. Contudo, isso foi antes de obter a informação passada por Jamilson Veras. Após isso, a reportagem tentou contato com dirigentes da FCF, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.