PUBLICIDADE
Esportes
PROBLEMA EXTRA-CAMPO

Ceará afirma que não liberou Felipe Jonatan ao Santos e solicita o retorno do jogador

Departamento jurídico do Vovô notificou o clube paulista e o próprio jogador, solicitando o retorno dele à Porangabuçu

21:47 | 26/02/2019
FELIPE Jonatan assumiu a titularidade durante a disputa da Série A
FELIPE Jonatan assumiu a titularidade durante a disputa da Série A

A conclusão da negociação entre Santos e Ceará por Felipe Jonatan já se arrasta por mais de uma semana e não tem um fim. Até as 21h desta terça-feira, 26, o clube paulista ainda não havia depositado o valor da multa rescisória do lateral-esquerdo, estimada em R$ 6 milhões, mas o atleta segue na Vila Belmiro.

Inconformado com a situação, o departamento jurídico do Vovô notificou o clube paulista e o próprio jogador, solicitando o retorno dele à Porangabuçu. Sem o pagamento do Santos, Felipe Jonatan segue jogador do Ceará, mas não dá expediente do clube. Além disso, o presidente Robinson de Castro confirmou ao Esportes O POVO que o jogador deixou o clube sem autorização, o que pode caracterizar abandono de emprego.

A reportagem tentou contato com o diretor jurídico do Ceará, Jamilson Veras, para saber dos detalhes das providências que o clube planeja adotar diante da situação, mas as ligações não foram atendidas. 

VERSÃO DO SANTOS

O presidente do Santos promete pagar os R$ 6 milhões da multa rescisória de Felipe Jonatan ao Ceará até a próxima sexta-feira. O lateral-esquerdo já treina pelo Peixe há uma semana.

“Santos não dá calote em ninguém. Santos honra seus compromissos e pagará até sexta. Prazo do Felipe Jonatan é até sexta-feira, mas acredito que até amanhã… Se coloque no lugar do Ceará, pagamos pela multa e jogador precisa ir para assinar a rescisão. Vamos pagar”, disse Peres.

“Não está combinado (o prazo com o Ceará) pois pagamos pela multa e assim não há data, tem que efetuar para encerrar a negociação. Felipe faz exercícios físicos (no CT) e foi autorizado a fazer isso, Ceará sabe. Já existe contrato pronto e agora é encerrar a situação”, completou. (com informações da Gazeta Esportiva)

Bruno Balacó e Brenno Rebouças