PUBLICIDADE
Esportes

Com Ceará no mercado por camisa 9, Lisca cita três centroavantes na mira para reforçar o clube

Roger, ex-Corinthians; Rodrigão, do Santos; e o colombiano Cristian Borja, da LDU, foram os atletas citados pelo treinador gaúcho em coletiva

16:30 | 19/01/2019
NULL
NULL
[FOTO1]
O Ceará segue no mercado da bola atrás de um centroavante. Três nomes despertam o interesse do clube: Roger, ex-Corinthians; Rodrigão, do Santos; e o colombiano Cristian Borja, da LDU. Após a saída de Arthur, o Alvinegro conta atualmente para a posição com Ricardo Bueno, remanescente da temporada de 2018, e Matheus Matias, que veio do Timão para reforçar o Vovô em 2019.

%2b Ricardo Bueno entende cobrança da torcida do Ceará e pede "apoio"

Em coletiva nesta sexta-feira, 18, o técnico Lisca falou abertamente das possibilidades para mais um reforço no ataque. O clube prioriza a contratação de um camisa 9 para fechar o setor neste início de temporada. 

O nome de Roger é quem mais aparece em evidência após o jogador rescindir, em comum acordo, com o Corinthians e ficar livre no mercado da bola. "É uma boa peça. Gosto muito do estilo do jogo do Roger. Temos uma relação boa. Tive uma conversa legal com ele", disse Lisca.

Santos espera anunciar Everson até domingo

O treinador, inclusive, defendeu o atacante de 34 anos pela última temporada abaixo da média, na qual o centroavante só marcou sete gols atuando por Internacional e Corinthians, um deles diante do Ceará. "Teve dificuldade nos últimos clubes por falta de sequência. É duro para um centroavante. É um cargo de confiança, mesmo estando mal, deixa mais um pouco. Vejo o Roger com essa dificuldade. Se ele puder vir pra cá", afirmou o técnico gaúcho.

Entre os outros nomes citados, Lisca revelou que tentou trazer o colombiano Cristian Borja em 2015, quando salvou o Ceará do rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. O atacante de 31 anos vestiu as camisas dos times América de Cali (Colômbia) e LDU (Equador) na última temporada, marcando nove gols em 34 jogos.

Já o centroavante santista surge como o nome mais improvável para reforçar o Ceará. A diretoria do Vovô deixou claro que não tem interesse na lista de atletas disponíveis do Santos, que foram oferecidos na negociação envolvendo o Everson. O centroavante é um destes nomes colocados à disposição no negócio.

Apesar da posição da diretoria, o estilo de jogo de Rodrigão agrada Lisca. "Eu me interessei. Mas é negócio. Minha questão é técnica. Tem acertos financeiros, pagamentos de salário, nem sei quanto o Rodrigão ganha", afirmou.

VEJA MAIS | FUTCAST #33 - CEARÁ OU FORTALEZA: QUEM CONTRATOU MELHOR?
[VIDEO1] 
TAGS