Sem vencer há quatro jogos, Fluminense recebe Ceará mirando chutar crise para longeCeará Sporting Club | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Sem vencer há quatro jogos, Fluminense recebe Ceará mirando chutar crise para longe

14:40 | 19/11/2018
NULL
NULL

[FOTO1] O Fluminense está há quatro jogos sem ganhar no Campeonato Brasileiro e, estacionado com 41 pontos, vem flertando com a zona de rebaixamento. Para afastar o risco o time precisa vencer o também ameaçado Ceará nesta segunda-feira, às 19h (horário de Fortaleza), no Maracanã, no Rio de Janeiro, em jogo que fecha a 35ª rodada da competição. A derrota de 3 a 0 para o líder Palmeiras deixou visível a fragilidade do time tricolor, que vinha animado pela boa campanha na Copa Sul-Americana.

Além da fragilidade, o resultado tornou ainda mais evidente os problemas de vestiário, pois os atrasos nos vencimentos dos atletas é mais um complicador para ser administrado pelo técnico Marcelo Oliveira. O treinador do Fluminense terá pela frente um Ceará que vem de uma derrota de 2 a 1 para o Bahia, fora de casa, e que tem 38 pontos. Os cearenses não ganham há três confrontos. “O Ceará está brigando contra o rebaixamento, mas tem um time de qualidade e vai nos criar problemas”, disse Oliveira.

O técnico entende que o jogo é fundamental para devolver a tranquilidade ao time que, no dia 28 de novembro, vai receber o Atlético-PR pelas semifinais da Copa Sul-Americana. Na ida os cariocas perderam por 2 a 0. O treinador pretende afastar de vez qualquer possibilidade de rebaixamento para poder preservar titulares de olho no choque com os paranaenses.

“Quando não conseguimos ganhar os nossos jogos e ficamos perto da pontuação de baixo da tabela de classificação é lógico que a situação preocupa. Nós precisamos voltar a ganhar no Campeonato Brasileiro para termos tranquilidade. O jogo contra o Ceará se tornou uma decisão, pois pode nos dar uma condição melhor de preparação para a Sul-Americana. Ficar na parte de baixo da tabela é ruim e pesado, especialmente pela camisa do Fluminense”, completou.

Para este duelo o Fluminense perdeu o volante Jadson, que foi expulso contra o Palmeiras e terá que cumprir suspensão. Sua vaga é disputada por Aírton e Dodi. Os zagueiros Gum e Ibáñez e o lateral-direito Leo, que apresentam quadro de desgaste muscular, dificilmente estarão aptos para irem a campo. Mal contra o Verdão, o atacante equatoriano Bryan Cabezas deve voltar para o banco de reservas, com Everaldo reassumindo a condição de titular.

Pelo lado do Ceará, o técnico Lisca acredita no poder de reação de sua equipe. “Nós estamos vivendo um momento em que ganhando nos afastarmos dessa situação que, para muitos, quando eu assumi o elenco, era irreversível. Mas reagimos e mostramos que o Ceará tem condições de ficar na primeira divisão. A queda de rendimento nos últimos jogos sempre gera uma preocupação, mas isso é normal diante de uma maratona de partidas. Mas é também a época de se dar um algo a mais e acredito que podemos fazer um grande jogo contra o Fluminense”, analisou o técnico, que é considerado ídolo por parte dos torcedores por boas passagens pelo Vozão cearense.

Para este compromisso Lisca espera pelo zagueiro Tiago Alves, que se recupera de desgaste muscular. Se ele estiver em condições, vai reaparecer no posto de Valdo. O time, porém, só deverá ser divulgado minutos antes do confronto.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE), e naquela ocasião o Ceará levou a melhor, ganhando por 1 a 0. Leandro Carvalho fez o único gol do jogo.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE X CEARÁ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 19 de novembro de 2018 (Segunda-feira)

Horário: 19h (horário de Fortaleza)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

FLUMINENSE: Júlio César, Igor Julião, Paulo Ricardo, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Aírton (Dodi) e Junior Sornoza; Everaldo, Júnior Dutra e Luciano

Técnico: Marcelo Oliveira

CEARÁ: Everson, Samuel Xavier, Valdo (Tiago Alves), Luiz Otávio e João Lucas; Edinho, Richardson e Ricardinho; Calyson, Leandro Carvalho e Arthur

Técnico: Lisca


Gazeta Esportiva

TAGS