Valdo: a história do reserva que salvou o Ceará duas vezes na vitória contra a ChapecoenseCeará Sporting Club | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Valdo: a história do reserva que salvou o Ceará duas vezes na vitória contra a Chapecoense

Defensor foi peça fundamental na reação do Alvinegro

13:10 | 01/10/2018
NULL
NULL
[FOTO1] Com a ausência de Tiago Alves, suspenso após tomar o terceiro cartão amarelo na partida contra o Grêmio, o técnico Lisca, ainda em coletiva pós-jogo, bancou Valdo como titular na posição para o confronto de ontem, que terminou com a vitória do Ceará por 3 a 1.

Diante da Chapecoense o defensor foi peça fundamental na manutenção da vitória, que parecia complicada até o intervalo da partida. Foram 45 minutos mais acréscimos em que Alvinegro demonstrava pouca inspiração e “tomava um balde de água fria” com o gol sofrido ainda aos 35 minutos.

No segundo tempo, a reação veio de um personagem que, diferente dos atacantes, pouco é protagonista. O lance que mudou o destino da partida veio ainda aos três minutos da etapa final quando em falha de Everson, que saiu mal para cortar uma bola no meio-campo e não voltou para sua meta - a bola sobrou para Bruno Silva que arriscou o chute, interceptado por Valdo na linha do gol.

O zagueiro continuou a fazer a diferença. Nove minutos depois, após bola cruzada na área, Arthur cabeceou para o meio e Valdo teve a calma de dominar e chutar, estufando a rede e deixando tudo igual: 1 a 1.

A reação da equipe motivada duas vezes por Valdo seguiu até o fim. Aos 15, Arthur deu aula de proteção de bola, deixou o zagueiro no chão e acertou um chute no ângulo de Jandrei. Ainda deu tempo de matar a partida, quando Leandro Carvalho passou fácil pela defesa e chutou rasteiro. A bola passou por baixo de Jandrei e selou o 3 a 1 alvinegro.

Antes do confronto de domingo, a última vez que Valdo esteve em campo pelo Vovô tinha sido na vitória por 1 a 0 sobre o Sport, no dia 18 de julho, quando saiu do banco de reservas ainda na etapa complementar. O defensor atuou pelo Ceará em 10 oportunidades na primeira divisão, começando a Série A do Campeonato Brasileiro como titular da equipe ao lado de Luiz Otávio, ainda sob o comando de Marcelo Chamusca.

Em 2018, o zagueiro entrou em campo 29 vezes pelo Ceará, com três gols anotados. Contra a Chape, foi o primeiro dele na Série A do Campeonato Brasileiro. Por coincidência, os outros dois tentos anotados também aconteceram após cruzamentos: contra Fortaleza e Salgueiro, pelo Cearense e Nordestão, respectivamente

VEJA MAIS: CEARÁ DEIXA ZONA DE REBAIXAMENTO COM MÉRITOS | NA PRANCHETA #34
[VIDEO1] 
TAGS