PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
ALVINEGRO

Preparador físico do Ceará vê intervalo de 15 dias com bons olhos

15:52 | 09/10/2018
Foto: Divulgação/Bruno Aragão/cearasc.com
Tempo para se preparar para o jogo contra o Botafogo na próxima segunda-feira, 15, o Ceará tem. Os 15 dias ajudaram no retorno de alguns jogadores, na evolução da transição de outros lesionados, além de dar grande brecha para o técnico Lisca realizar sua preparação. Esse período, porém, poderia ajudar na perda de ritmo do time, que vem em sequência positiva. Mas não é o que pensa o preparador físico do clube, Flávio de Oliveira.

“Sem dúvidas a pausa é importante. A gente não pode só pensar em ritmo de jogo, existem muitas outras coisas envolvidas no futebol além do campo. Esse tempo que estamos tendo vem sendo importante para resgatarmos atletas que estavam com "CK" [creatinoquinase, enzima que pode determinar risco de lesão com altas taxas] elevado. Esse é o nível máximo de desgaste de um jogador e precisamos trabalhá-lo para prevenirmos lesões”, explicou Flávio. 

Além disso, o profissional ainda comentou que a forma de trabalhar em treinamentos de Lisca, ajuda na manutenção de um ritmo pré-estabelecido. “O Lisca é um cara que tem uma visão muito boa de futebol. Ele entende como se deve trabalhar e preparar os atletas para um determinado jogo. A forma ativa como ele conduz os treinamentos faz com que os atletas continuem com a mesma pegada e isso é muito importante”, avaliou.

Ceará e Botafogo entram em campo na Arena Castelão, na próxima segunda-feira, 15, às 20h, em partida válida pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O jogo pode ser considerado como 'embate de seis pontos', visto que se caracteriza como um confronto direto contra a zona de rebaixamento. 

FutCast #18 – O que o Ceará precisa fazer para permanecer na Série A?
 

Recomendadas para você

Comentários