PUBLICIDADE
Esportes

Lisca muda postura do Ceará e garante: "Vamos agredir o Fluminense"

A partida acontece neste sábado, 28

16:12 | 27/07/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

A postura reativa que o Ceará vinha adotando na Série A do Campeonato Brasileiro, desde os tempos de Marcelo Chamusca, deve ser deixada de lado. Pelo menos foi o que garantiu Lisca, treinador do Alvinegro de Porangabuçu.

A medida tomada pelo comandante tem um motivo: a necessidade de conquistar os três pontos e agradar os torcedores que comparecerem ao Gigantinho da Gentilândia. "Agredir o Fluminense e adiantar as linhas. Nas primeiras rodadas o time jogou de forma mais pragmática. O torcedor quer o time jogando para frente e isso é uma característica do clube. Por conta da necessidade do resultado e a cultura do clube, vamos jogar mais adiantado e pressionar mais no campo do adversário", assegurou o treinador.

Lisca também garantiu que os novos reforços do Ceará para a Série A vão estar entre os titulares. Isso porque ele viu pouca eficiência no setor ofensivo contra o Internacional, partida terminada com vitória por 1 a 0 para os gaúchos.

"Em um avaliação em geral, estava faltando um pouco de força ofensiva e nós vamos mexer nesse setor. Vamos manter do meio para trás, mas do meio para frente a gente vai buscar maior ofensividade", explicou. O técnico ressaltou que, contra o Inter, faltou agressividade ao Vovô e poder de romper linhas. "Foi bem controlado (o jogo), mas não conseguimos o resultado. Nosso momento é de urgência de resultado".

A partida é válida pela 16ª rodada da Série A do Brasileiro. Com apenas 8 pontos conquistados, o Ceará ocupa a 20ª colocação do torneio. Já seu adversário, o Tricolor Carioca, está na 9ª posição, com 21 pontos, e vem de vitória contra o Palmeiras, por 1 a 0, no Maracanã.

TAGS