PUBLICIDADE
Esportes

Chamusca lamenta resultado diante do Atlético-PR após quantidade de chances criadas

11:39 | 01/03/2018
NULL
NULL
[FOTO1] O Ceará bem que tentou, mas não conseguiu sair do gramado da Arena da Baixada nessa quarta-feira, 28, com a vantagem que buscava para o jogo da volta contra o Atlético-PR. Ao todo, o time comandado por Marcelo Chamusca finalizou 28 vezes à meta defendida por Santos, arqueiro do Furacão, porém, por conta da pouca eficiência, apenas sete chutes tiveram o gol como alvo.
 
Depois da expulsão de Thiago Heleno ainda no primeiro tempo de embate, o Alvinegro manteve a mesma postura reativa, mas no segundo tempo o Ceará ocupou o campo defensivo do Atlético e criou as melhores oportunidades, a melhor delas nos pés de Felipe Azevedo, que driblou o goleiro e chutou fraco, de esquerda, lance salvo por Thiago Carleto.
 
Após o apito final da partida, Chamusca ressaltou que o empate não seria um resultado ruim, no entanto, como o Alvinegro foi superior no confronto, o desfecho do embate foi motivo de frustração para o elenco. "Conseguimos ter o controle do jogo depois da expulsão (de Thiago Heleno aos 26 minutos do primeiro tempo). Se tivéssemos aproveitado melhor as chances criadas, teríamos conseguido a vitória", lamentou o treinador.
 
"Decidiremos, agora, dentro de casa, diante do nosso torcedor. Esperamos fazer uma boa partida", disse Chamusca sobre a partida de volta diante do Atlético-PR, marcada para a próxima quarta-feira, 7, na Arena Castelão. Antes, o Vovô entra em campo no Clássico-Rei diante do Fortaleza no domingo, 4, às 19h, na Arena Castelão, pela 2ª fase do Campeonato Cearense.
TAGS