PUBLICIDADE
Esportes

"Erraram e agora culpam o juiz", diz Pedro Ken sobre lance polêmico do Clássico-Rei

11:08 | 05/02/2018
NULL
NULL
[FOTO1] O Ceará venceu o Fortaleza por 2 a 0 neste domingo, 4, na Arena Castelão, pela 5ª rodada do Campeonato Cearense, no primeiro Clássico-Rei deste ano, e o segundo gol do Alvinegro na partida foi motivo de polêmica dentro do gramado do Gigante da Boa Vista.

No fim do primeiro tempo, quando perdiam por 1 a 0, os jogadores do Tricolor reclamaram de pênalti em Alípio, após dividida com Valdo dentro da área, mas o árbitro César Magalhães não marcou nada. Logo na sequência, aos 42 da primeira etapa, em transição ofensiva com muita velocidade, Pio lançou Felipe Azevedo, que avançou com a bola e deu passe açucarado para Élton ampliar o marcador.

Para Pedro Ken, a reclamação dos jogadores do Fortaleza não é válida e acredita que o resultado do dérbi foi justo. "No segundo gol eles ficaram reclamando. Tomaram um lançamento de quase 100 metros do Pio e culpam o juiz. Erraram e agora culpam o juiz", afirmou o jogador alvinegro.

Estudado


Logo nos primeiros minutos do jogo, o Fortaleza foi superior e criou mais chances, principalmente com a dupla Alípio-João Henrique, contudo, o Ceará conseguiu equilibrar as ações e abriu o marcador com tento de Valdo, após cobrança de escanteio de Ricardinho.

De acordo com Pedro Ken, o time de Porangabuçu sabia qual seria a postura ofensiva do Fortaleza no embate e ressaltou a paciência e inteligência de seus companheiros durante todo o jogo. "Sabíamos que eles viriam para cima. É um time experiente, acostumado com esse tipo de jogo, mas fomos inteligentes e crescemos na partida", celebrou Ken.

Agora, o Ceará volta suas atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, 7, o Alvinegro vai encarar o Brusque-SC fora de casa e precisa vencer (ou empatar) o duelo para avançar à próxima fase do certame.  

TAGS
"Erraram e agora culpam o juiz", diz Pedro Ken sobre lance polêmico do Clássico-ReiCeará Sporting Club | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

"Erraram e agora culpam o juiz", diz Pedro Ken sobre lance polêmico do Clássico-Rei

11:08 | 05/02/2018
NULL
NULL
[FOTO1] O Ceará venceu o Fortaleza por 2 a 0 neste domingo, 4, na Arena Castelão, pela 5ª rodada do Campeonato Cearense, no primeiro Clássico-Rei deste ano, e o segundo gol do Alvinegro na partida foi motivo de polêmica dentro do gramado do Gigante da Boa Vista.

No fim do primeiro tempo, quando perdiam por 1 a 0, os jogadores do Tricolor reclamaram de pênalti em Alípio, após dividida com Valdo dentro da área, mas o árbitro César Magalhães não marcou nada. Logo na sequência, aos 42 da primeira etapa, em transição ofensiva com muita velocidade, Pio lançou Felipe Azevedo, que avançou com a bola e deu passe açucarado para Élton ampliar o marcador.

Para Pedro Ken, a reclamação dos jogadores do Fortaleza não é válida e acredita que o resultado do dérbi foi justo. "No segundo gol eles ficaram reclamando. Tomaram um lançamento de quase 100 metros do Pio e culpam o juiz. Erraram e agora culpam o juiz", afirmou o jogador alvinegro.

Estudado


Logo nos primeiros minutos do jogo, o Fortaleza foi superior e criou mais chances, principalmente com a dupla Alípio-João Henrique, contudo, o Ceará conseguiu equilibrar as ações e abriu o marcador com tento de Valdo, após cobrança de escanteio de Ricardinho.

De acordo com Pedro Ken, o time de Porangabuçu sabia qual seria a postura ofensiva do Fortaleza no embate e ressaltou a paciência e inteligência de seus companheiros durante todo o jogo. "Sabíamos que eles viriam para cima. É um time experiente, acostumado com esse tipo de jogo, mas fomos inteligentes e crescemos na partida", celebrou Ken.

Agora, o Ceará volta suas atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, 7, o Alvinegro vai encarar o Brusque-SC fora de casa e precisa vencer (ou empatar) o duelo para avançar à próxima fase do certame.  

TAGS