"É o absurdo dos absurdos", diz Chamusca sobre o calendário do CearenseCeará Sporting Club | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


"É o absurdo dos absurdos", diz Chamusca sobre o calendário do Cearense

11:24 | 31/01/2018
NULL
NULL
[FOTO1] "Acabei o jogo e não tive tempo de cumprimentar os meus atletas e já estava fazendo a relação para o jogo de quinta-feira". O desabafo de Marcelo Chamusca, treinador do Ceará, após o apito final da partida dessa terça-feira, 30, contra o CSA-Al, pela Copa do Nordeste, pode causar estranheza, mas é a atual realidade do Vovô no começo da temporada 2018.
 
Conforme O POVO noticiou, o Ceará, contando da sua estreia no Nordestão diante do Salgueiro, no último dia 16, somará 13 partidas em 40 dias, todos os duelos contra adversários diferentes com intervalo mínimo de 48 horas entre elas.
 
Na coletiva pós-jogo, Chamusca reclamou do calendário apertado do Campeonato Cearense e, com o Clássico-Rei se aproximando, o treinador revelou que irá poupar os jogadores que atuaram no sábado, 27, contra o Ferroviário, e na terça, 30, contra o CSA, para chegar descansado no embate diante do Fortaleza.
 
%2b No primeiro Clássico-Rei de 2018, Ceará chegará com 180 minutos a mais jogados do que o Fortaleza 
 
"É o absurdo dos absurdos. Isso tudo é muito difícil para o treinador, mas estamos mais ou menos acostumados com essa situação. É provável que a gente coloque outro time para jogar (contra o Uniclinic). Os jogadores que não atuaram hoje devem atuar na quinta.", afirmou o treinador.
 
"É humanamente impossível escalar o jogador que atuou no sábado e terça. Vamos ter que preservá-los para que eles estejam na melhor condição para o jogo de domingo (contra o Fortaleza)".
 
Mesmo com todas as dificuldades encontradas, Chamusca espera que o Ceará volte a vencer no Campeonato Cearense diante do Uniclinic. Para o treinador, seus comandados precisam aliar boa apresentação com resultado positivo, pois "existe um regulamento e nele diz que se classificam seis times para a próxima fase e, no momento, estamos em oitavo", completou.

TAGS