PUBLICIDADE
Esportes

De olho no G-4, Ceará encara como fundamental uma vitória sobre Paraná

10:38 | 30/06/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Depois de ganhar seis posições ao final da 10º rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, subindo da 12ª para a 6ª colocação, a possibilidade de entrar no G-4, grupo de times que se classifica à Série A 2018, é uma realidade para o Ceará. Para que isso ocorra na 11ª rodada é fundamental que o time faça algo que nunca conseguiu longe de casa: vencer o Paraná, amanhã, jogo marcado para as 16h30min.

São nove confrontos em Curitiba: seis empates e três derrotas.

Caso consiga passar dos atuais 15 para 18 pontos, o Alvinegro entra no G-4 desde que ganhe pelo mais duas colocações. E são três os times que o Ceará pode ultrapassar: América-MG, Internacional e Vila Nova, que estão respectivamente com 16, 17 e 18 pontos. Hoje o Vila Nova recebe o Criciúma. Amanhã, o Inter enfrenta o Boa em Porto Alegre, enquanto o América-MG encara o Brasil de Pelotas em Belo Horizonte.

Para o jogo contra o Paraná, o técnico Marcelo Chamusca revelou que dirimiu uma de suas duas dúvidas. O zagueiro Valdo será mantido na equipe. Assim, Luiz Otávio, que perdeu a vaga de titular por causa de contusão muscular sofrida na partida diante do Brasil-RS, no dia 10 de junho, fica no banco de reservas.

A confirmação da escolha de Chamusca foi dada ontem, no mesmo momento em que afirmou ainda não saber quem jogará na lateral esquerda. As opções: Romário, que está de volta de suspensão, e Rafael Carioca, que jogou contra o Oeste, marcou um gol e já tem três na Série B. "É uma questão tática que estamos estudando", avisou o técnico alvinegro.

A delegação do Ceará já chegou a Curitiba. Hoje o elenco encerra a preparação com um treino tático marcado para as 16 horas, no Centro de Treinamento do Caju, de propriedade do Atlético-PR.

TAGS