PUBLICIDADE
Esportes

Valencia e Brenner se retratam por polêmica em substituições no Bota

O Botafogo saiu em desvantagem na final do Campeonato Carioca ao ser derrotado pelo Vasco na primeira partida da decisão. Para piorar, o clima ficou tenso entre o técnico Alberto Valentim e os jogadores Leo Valencia e Brenner, que não gostaram de serem substituídos diante a partida. O chileno chegou a discutir com o treinador, [?]

13:30 | 02/04/2018

O Botafogo saiu em desvantagem na final do Campeonato Carioca ao ser derrotado pelo Vasco na primeira partida da decisão. Para piorar, o clima ficou tenso entre o técnico Alberto Valentim e os jogadores Leo Valencia e Brenner, que não gostaram de serem substituídos diante a partida. O chileno chegou a discutir com o treinador, enquanto o segundo foi cobrado pelo comandante pela saída lenta de campo.

Após a partida, Alberto Valentim minimizou os casos e preferiu focar na segunda partida da final.

?Jogador quer jogar, quer procurar ajudar e há o nervosismo da final. Procurei fazer o melhor com os jogadores que temos no banco. Não vamos falar de polêmica. Precisamos nos unir mais ainda na derrota. Depois vamos procurar corrigir o que precisamos?, disse.

O gerente de futebol Anderson Barros criticou a atitude dos jogadores e prometeu punir ambos caso não se retratassem. Tanto Leo Valencia quanto Brenner fizeram isso, por meio das redes socais. Eles falaram sobre o assunto e colocaram um ponto final na polêmica.

Confira abaixo o relato de ambos:

Leo Valencia:

Boa noite, quero aproveitar esse espaço para esclarecer o que aconteceu no dia de hoje. Participava de um jogo muito importante, um jogo decisivo e que esperamos desde que iniciou o torneio. Com muito trabalho, de todo o nosso coletivo, conseguimos chegar. Era um jogo pegado e nervoso, eu não queria sair do jogo, estava dando o melhor de mim e acho que em um momento poderia fazer algo a mais pelo time. Não esperava e não queria ser substituído, mas por opção técnica fui escolhido a sair. Sei que num momento de calor do jogo, de cabeça quente acabei não respondendo com a cordialidade que deveria. Não me orgulho

Brenner:

Usarei este espaço para um breve e curto ESCLARECIMENTO.Tem gente querendo enxergar problema onde não existe e isso não vou admitir!

No momento em que fui substituído não discuti com o treinador Alberto Valentim. Não contestei a substituição e não faltei com respeito. Apenas estava saindo de campo lentamente, devido ao desgaste da partida, e o professor pediu para que eu saísse um pouco mais rápido.

Simples assim!

Boa noite.

O elenco do Botafogo se representa nesta segunda-feira, quando vai fazer apenas um trabalho regenerativo. O técnico Alberto Valentim terá a semana para trabalhar e acalmar os ânimos visando a segunda partida da final do Estadual.

Para a decisão, no domingo, no Maracanã, os alvinegros não poderão contar com o volante Rodrigo Lindoso, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para seu lugar, Valentim pode escalar Matheus Fernandes ou o jovem Gustavo Bochecha.

Gazeta Esportiva

TAGS