PUBLICIDADE
Esportes

Linense cede empate ao Botafogo-SP e segue como o pior do Paulista

Botafogo-SP e Linense fizeram um jogo movimentado durante a noite desta segunda-feira, em Ribeirão Preto. Nenhum deles, contudo, alcançou o seu objetivo. Precisando desesperadamente do triunfo, o time visitante saiu na frente no primeiro tempo, mas cedeu o empate por 1 a 1 na etapa final do duelo disputado no Estádio Santa Cruz e válido [?]

22:15 | 26/02/2018

Botafogo-SP e Linense fizeram um jogo movimentado durante a noite desta segunda-feira, em Ribeirão Preto. Nenhum deles, contudo, alcançou o seu objetivo. Precisando desesperadamente do triunfo, o time visitante saiu na frente no primeiro tempo, mas cedeu o empate por 1 a 1 na etapa final do duelo disputado no Estádio Santa Cruz e válido pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Com 12 pontos ganhos, o Botafogo segue no segundo lugar do Grupo D, mas desperdiçou a oportunidade de se distanciar do terceiro colocado Red Bull Brasil (11), que mais cedo perdeu para o Ituano. Já o Linense, dono da pior campanha da classificação geral do torneio, soma míseros seis pontos e hoje estaria rebaixado à Série A2 do Estadual.

Na próxima rodada, o Botinha visitará o Santo André, no sábado (3), às 19 horas (de Brasília), no Estádio Bruno José Daniel. O Linense, que não venceu nenhum dos últimos sete jogos da competição, tentará iniciar sua reação diante do pressionado São Paulo, no domingo (4), às 19h30, no Gilbertão.

O Jogo ? O Linense não se intimidou com a torcida adversária e começou melhor, pressionando o Botafogo. Aos 12 minutos, Danielzinho recebeu de costas para o marcador, fez o giro, invadiu a área e chutou forte, exigindo grande defesa do goleiro Tiago Cardoso.

A agressividade do time de Lins não demorou a surtir efeito. Sete minutos depois do primeiro lance de perigo, em rápido contra-ataque, Reginaldo escapou em velocidade pela direita e, livre de marcação, cruzou rasteiro. Vindo de trás, o atacante Wilson só teve o trabalho de empurrar a bola para a rede.

E o gol não diminuiu o ímpeto do Elefante, que continuou em cima da equipe de Ribeirão Preto. Aos 45 minutos, em cobrança de falta de longe, Fernandinho bateu colocado, e a bola passou rente à trave esquerda do arqueiro do Botafogo, que foi dominado durante o primeiro tempo.

Após o intervalo, o time da casa voltou melhor para a etapa complementar. Logo aos cinco minutos, Dodô cruzou na pequena área, e Jheimy testou à queima-roupa, mas Pegorari espalmou. No lance seguinte, porém, o atacante se redimiu e, após cruzamento de Bruno Moraes, cabeceou no canto direito do goleiro, sem chances de defesa.

Precisando desesperadamente da vitória, o Linense voltou a atacar. Aos 13 minutos, Giovanni cobrou falta da intermediária e tirou tinta da trave direita de Tiago Cardoso. Aos 25, após cobrança de escanteio, Adalberto subiu mais alto que todo mundo e testou no chão, exigindo grande defesa do arqueiro do Botinha.

Nos minutos finais, o Elefante continuou em cima do adversário, mas dando espaço para os contra-ataques. O Botafogo, contudo, não aproveitou as chances. Nos acréscimos, Jheimy desviou chute de Bruno Moraes e marcou, mas o gol foi invalidado corretamente por impedimento, o que manteve a igualdade no placar.

Gazeta Esportiva

TAGS