PUBLICIDADE
Esportes

Presidente do Botafogo elogia Lopes, que deve deixar cube

O Botafogo terá novo presidente a partir de 2018. Nelson Mufarrej, candidato da situação do clube, venceu a eleição e começa seu mandato no início do próximo ano. Uma das primeiras ações do novo mandatário deverá ser no futebol. O gerente de futebol Antonio Lopes provavelmente não continuará em General Severiano. Atual presidente alvinegro e [?]

11:30 | 18/12/2017

O Botafogo terá novo presidente a partir de 2018. Nelson Mufarrej, candidato da situação do clube, venceu a eleição e começa seu mandato no início do próximo ano. Uma das primeiras ações do novo mandatário deverá ser no futebol. O gerente de futebol Antonio Lopes provavelmente não continuará em General Severiano.

Atual presidente alvinegro e futuro vice, Carlos Eduardo Pereira elogiou Lopes, mas em tom de despedida. ?Lopes é um profissional de qualidade, acompanhou nossa gestão nesses três anos e obteve resultados excelentes. Nada tenho a dizer a não ser muito obrigado, agradecer demais a competência e o acompanhamento profissional dele construído no Botafogo.?, elogiou. ?Ele seguirá comigo até o final. A partir de 2018, já teremos a gestão do CT, outras demandas do departamento de futebol, e o presidente Nelson Mufarrej poderá fazer os ajustes que julgar adequados para o novo orgonograma. Com relação ao Lopes, sou um grande admirador do seu trabalho e certamente o Botafogo deve muito a ele?, disse à Rádio Tupi.

Antes de finalizar seu mandato, Carlos Eduardo Pereira espera poder fechar a manutenção do patrocínio com a Caixa Econômica Federal. O mandatário destacou que está praticamente tudo acertado para a renovação. ?A questão da decisão da renovação já está tomada e o Botafogo em 2018 contará com a patrocínio master da Caixa Econômica Federal. Esperamos poder já ter alguma posição na próxima semana quanto a valores?, declarou.

Mesmo sem confirmação, a tendência é a de que o Botafogo receba R$ 12,5 milhões na próxima temporada da Caixa. A diretoria alvinegra já adiantou que mesmo com o acordo, a situação financeira do clube vai seguir delicada e a chegada de grandes reforços não será feita.

Gazeta Esportiva

TAGS