Dos bastidores ao campo: clássico mineiro promete pegar fogo neste domingoClube Atlético Mineiro | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Dos bastidores ao campo: clássico mineiro promete pegar fogo neste domingo

?Por fim, o Atlético aplaude mais uma vez a sua torcida, pelos tremores que sua presença causa?. ?Eles (Atlético) não têm dinheiro para pagar. A gente ouve que eles têm grandes dificuldades financeiras e não têm condição de efetuar o pagamento?. Com frases como essas citadas acima que o clássico entre Cruzeiro e Atlético, na [?]

09:30 | 16/09/2018

?Por fim, o Atlético aplaude mais uma vez a sua torcida, pelos tremores que sua presença causa?. ?Eles (Atlético) não têm dinheiro para pagar. A gente ouve que eles têm grandes dificuldades financeiras e não têm condição de efetuar o pagamento?. Com frases como essas citadas acima que o clássico entre Cruzeiro e Atlético, na tarde deste domingo, às 16h (de Brasília) no Mineirão, iniciou. Troca de farpas, acusações, brigas judiciais.

No fim das contas, quem segue prejudicado é o torcedor. Afinal, o maior jogo do Estado de Minas Gerais, um dos maiores do Brasil, o clássico entre Atlético e Cruzeiro segue com torcida quase única ? o Galo sempre exige seus 10% da cota. Mas o que antecede o jogo é conturbado e confuso.

Desta vez as brigas começaram na quinta-feira, na reunião na Federação Mineira de Futebol (FMF), para definições sobre segurança e outros detalhes. Os problemas iniciaram com a proibição dos instrumentos musicais e bandeiras. Isso fez com que o Atlético, ironicamente, usasse seu site para dizer que sua torcida causa tremor com a presença.

Em relação ao preço dos ingressos, com o Cruzeiro impondo valores superiores aos que ele pratica em mesmo setores para os seus torcedores, com diferença de R$ 40 aos cruzeirenses e R$ 240 aos atleticanos, os alvinegros buscaram a correção pelas vias judiciais. Com isso, a diretoria celeste utilizou a ironia para chamar o vice-presidente do Galo de desinformado e deturpador e falar que o Atlético-MG vive problemas financeiros e não tem dinheiro para pagar os ingressos.

No campo

Dentro das quatro linhas, Atlético e Cruzeiro têm objetivos diferentes na temporada. O Brasileirão deixou de ser a meta principal da Raposa que está em boas disputas pela Copa do Brasil e Libertadores.

Diante disso, com compromisso importante na Argentina contra o Boca Juniors, na próxima quarta-feira, o time celeste vai a campo com seu grupo inteiro reserva. O técnico Mano Menezes explicou que não pode colocar tudo a perder por causa de um jogo apenas, mas deixou os cruzeirenses sossegados que sua equipe estará forte no gramado do Mineirão.

O Atlético, por sua vez, vai com sua força máxima para o duelo contra o Cruzeiro. O time poderá contar novamente com Emerson, de volta após cumprir suspensão. No meio, o Galo deve ter Adilson e Elias ? destaque para o camisa 8 que atuou bem no último confronto. O principal retorno, no entanto, será de Yammi Chará. O colombiano estava com a seleção do seu país, mas já treinou com os companheiros na Cidade do Galo.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO X ATLÉTICO

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data: 16 de Setembro de 2018, Domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci (PR)

Auxiliar: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)

CRUZEIRO ? Rafael; Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes; Lucas Romero e Ariel Cabral; Rafinha, Mancuello, David e Raniel.

Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO?MG: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias e Cazares; Luan, Chará e Ricardo Oliveira

Técnico: Thiago Larghi

Gazeta Esportiva

TAGS