PUBLICIDADE
Esportes

Larghi se diz assustado, mas pede tempo para equipe mostrar bom futebol

O Atlético teve uma atuação muito ruim, na derrota para o Grêmio, por 2 a 0, na noite dessa quarta-feira, em Porto Alegre. Além do revés, a equipe preto e branca não conseguiu criar nada e pouco agrediu a meta adversária. O técnico Thiago Larghi, após o confronto, se mostrou assustado com a situação, no [?]

15:15 | 19/07/2018

O Atlético teve uma atuação muito ruim, na derrota para o Grêmio, por 2 a 0, na noite dessa quarta-feira, em Porto Alegre. Além do revés, a equipe preto e branca não conseguiu criar nada e pouco agrediu a meta adversária. O técnico Thiago Larghi, após o confronto, se mostrou assustado com a situação, no entanto, pediu paciência dos torcedores e citou o início do ano para pedir cautela.

?O torcedor está preocupado, assim como nós. Estamos cientes do que aconteceu. O grupo trabalhou muito na intertemporada. Não podemos pegar como referência esse jogo, foi à estreia de vários jogadores, o primeiro jogo deles pelo clube. Isso faz parte do processo de evolução. Há quatro, cinco meses, a gente também teve que remontar a equipe e dar um entrosamento com uma sequência de jogos. A gente esperava que esse processo aconteça o mais rápido possível?, destacou.

O Atlético contou com várias estreias na noite dessa quarta, pois a equipe está bastante prejudicada com desfalques por causa de vendas ou contusões. O destaque positivo foi de José Welison ? que se salvou em um grupo tão mal. Larghi elogiou seu defensor. ?Temos algumas coisas positivas. Valeu a estreia deles, precisavam passar por essa experiência. O Zé Welison foi muito bem no meu modo de ver, um jogador que mostra que veio para jogar, para acrescentar ao grupo?, observou.

Se Welison foi elogiado, Chará, contratado por R$ 22 milhões durante a pausa para a Copa do Mundo, foi o ponto negativo da noite. O jogador teve atuação ruim, foi líder de perdas de bola. Larghi avaliou outras atuações e defendeu Yammi.

?O Chará está chegando agora, é um jogador de muita qualidade, não precisa provar nada para ninguém, tem um histórico na Colômbia. David Terans está chegando com qualidade, Denílson. O Edinho, infelizmente, sentiu a lesão. São jogadores de qualidade, vamos precisar de um pouquinho de paciência. Eles estão trabalhando forte e a gente confia nisso. Com tempo e sequência de jogos as coisas vão acontecer?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS