PUBLICIDADE
Esportes

Larghi classifica como ?absurdo? momento defensivo do Atlético

Ao Atlético não resta outra opção, o foco é só o Campeonato Brasileiro. No entanto, o rendimento tem sido ruim nos últimos jogos e, por mais que o discurso da diretoria é tratar a questão com cautela e ?falta de merecimento?, o Galo sofreu seis gols em dois jogos ? derrota para o Sport por [?]

19:30 | 03/06/2018

Ao Atlético não resta outra opção, o foco é só o Campeonato Brasileiro. No entanto, o rendimento tem sido ruim nos últimos jogos e, por mais que o discurso da diretoria é tratar a questão com cautela e ?falta de merecimento?, o Galo sofreu seis gols em dois jogos ? derrota para o Sport por 3 a 2 e empate com a Chape, em casa, nesse sábado, por 3 a 3. O momento fez o técnico Thiago Larghi lamentar a situação da defesa e garantir mais trabalho para evoluir.

?Acho que é absurdo, porque a gente vinha como uma das defesas menos vazadas no ano no Brasil, numa média de 0,5 gol por jogo. A gente estava entre as cinco primeiras (do país)?, destacou o treinador.

Com os resultados, a diretoria se reuniu, ainda no Independência, com o técnico Thiago Larghi. As informações foram que o clima no vestiário ficou muito tenso, com um atleta cobrando explicações do técnico atleticano. O treinador também se colocou como responsável pelo momento e salientou que é necessário trabalhar.

?Situação de jogo, dinâmica? Situação de evitar falta, principalmente. A gente pede muito para os jogadores para evitarem falta. Mas a gente fez falta, e a bola parada entrou. Foi um gol de escanteio, um gol de falta e um gol de pênalti. Infelizmente, a gente não teve maturidade para evoluir nesse sentido. Mas é continuar acreditando no grupo. Acho que os jogadores entendem. Eu tenho também minha parcela nisso, tenho que colaborar para isso acontecer, como líder do grupo que sou. Então a gente vai melhorar nesse aspecto também, tenho certeza?, finalizou.

Em conversa com a Gazeta Esportiva, após o jogo e a reunião, o clube esclareceu que o papo é normal após as partidas e, diante do cenário, durou mais tempo.

Gazeta Esportiva

TAGS