PUBLICIDADE
Esportes

Clima no Atlético transparece tranquilidade e definição sobre comando técnico só após a Copa

Em uma semana o clima dentro do Atlético ficou ruim. Isso somente para os torcedores, pois dentro do clube, próximo a diretoria, tudo segue normal. Pelo menos foi isso que a Gazeta Esportiva conseguiu apurar em conversas com pessoas próximas ao Presidente Sérgio Sette Câmara. Além disso, a definição sobre o novo treinador ? ou [?]

09:30 | 04/06/2018

Em uma semana o clima dentro do Atlético ficou ruim. Isso somente para os torcedores, pois dentro do clube, próximo a diretoria, tudo segue normal. Pelo menos foi isso que a Gazeta Esportiva conseguiu apurar em conversas com pessoas próximas ao Presidente Sérgio Sette Câmara. Além disso, a definição sobre o novo treinador ? ou não ? seguirá como planejado: para depois da Copa do Mundo.

O empate no fim de semana, por 3 a 3, com a Chapecoense, no Independência, jogou no clube uma crise. O meia-atacante Luan questionou decisões do técnico Thiago Larghi e dentro do clube e as informações é que o clima ficou tenso dentro do vestiário do Gigante do Horto. Nada foi confirmado pelas fontes oficiais. Mas o fato é que os resultados recentes tiraram o Galo da liderança para 10ª colocação.

A igualdade no fim de semana, somada as derrotas para Flamengo e Sport, dentro e fora de casa, respectivamente, renderam ainda uma longa reunião. Foram quase duas horas a portas fechadas, só diretoria e comissão técnica. O diretor de futebol, Alexandre Gallo, deixou o local mais cedo e o clube justificou que o cartola tinha uma passagem marcada. O destino não foi informado, nem se o deslocamento ocorreu a trabalho ou particular.

Depois do bate papo, o Atlético disse que a conversa foi normal. Segundo o clube, esse tipo de diálogo sempre ocorre e, por causa do momento demorou mais. O Galo ainda garantiu que o planejamento informado pelo presidente Sérgio Sette Câmara não muda.

Há algum tempo, cobrado para resolver a situação do técnico Thiago Larghi, que segue como interino, Câmara disse que tudo seria definido após a Copa do Mundo.

Gazeta Esportiva

TAGS