PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Santos perde para o Boca na Bombonera e acumula duas derrotas no grupo C da Libertadores

O Peixe não contou com o argentino Ariel Holan, que pediu demissão do clube na última segunda-feria, 26

08:39 | 28/04/2021
Libertadores: Santos é superado pelo Boca na Bombonera (Foto: )
Libertadores: Santos é superado pelo Boca na Bombonera (Foto: )

Nesta terça-feira, 27, o Santos visitou o Boca Juniors e perdeu por 2 a 0, na Bombonera, no segundo jogo do grupo D da Libertadores. Foi a primeira partida do Peixe sem Ariel Holan, que pediu demissão no início da semana. Foi a segunda derrota seguida do time santista na fase de grupos da Libertadores. Os gols da vitória dos argentinos foram marcados por Tévez e Villa.

O Santos conseguiu a parte inicial da primeira etapa, sofrendo apenas uma vez na defesa. Apesar da boa marcação, o time não conseguiu levar perigo ao gol dos argentinos. Logo no retorno do intervalo, o Boca Juniors abriu o placar com Tévez, em mais um lance de bola aérea. Sem conseguir reagir, o Alvinegro ainda viu os mandantes ampliarem em um contra-ataque fulminante.

Com a derrota, o Santos permanece sem somar pontos no grupo. Na próxima rodada da Libertadores, o time enfrenta o The Strongest, na Vila Belmiro, na terça-feira da semana que vem, às 19h15. Antes disso, o Peixe visita o RB Bragantino, pelo Paulistão. Enquanto isso, o Boca Juniors chegou aos seis pontos, na liderança da chave.

O Santos desde o início pressionou a saída de bola do Boca Juniors, dificultando a saída de bola dos mandantes. Com a marcação encaixada, o Peixe cedeu poucos espaços aos argentinos, dominando o jogo no começo. Apesar do controle, o Alvinegro pouco conseguiu criar, não levando perigo ao gol defendido por Rossi.

Quando recuperava a bola, o Santos mostrou dificuldade para acelerar de maneira precisa, errando muitos passes. A melhor chance da primeira etapa foi do Boca Juniors, com Pavón. O atacante foi lançado em profundidade pela esquerda, cortou a marcação e finalizou para boa defesa de João Paulo.

Com apenas um minuto do segundo tempo, o Boca Juniors abriu o placar na Vila Belmiro. Após cruzamento pela esquerda, Lizandro López desviou a bola na primeira trave, e Tévez apenas teve o trabalho de empurrar para as redes.

Marcelo Fernandes até tentou colocar o Santos para frente, promovendo a entrada de Kaio Jorge no lugar de Balieiro, porém o time continuou com muita dificuldade. Aos 23 minutos, Marinho perdeu a bola no ataque, e o Boca Juniors ampliou em um contra-ataque fatal. Tévez carregou e lançou Villa, que invadiu a área e finalizou na saída de João Paulo.

O Peixe permaneceu tendo a bola, porém seguiu sem efetividade. Sem levar perigo ao gol defendido por Rossi, o Santos não balançou as redes novamente e não conseguiu somar os seus primeiros pontos na fase de grupos da Libertadores.