PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Dracena acredita que venda de Dudu ao Catar não garante a permanência dos jovens

Dudu pode render mais 6 milhões de euros ao Verdão, caso o Al Duhail exerça a opção de compra

13:35 | 20/03/2021
O assessor de futebol, Edu Dracena, não acredita que o dinheiro de uma possível venda de Dudu seguraria os jovens da base no Palmeiras (Foto: César Greco / Agência Palmeiras)
O assessor de futebol, Edu Dracena, não acredita que o dinheiro de uma possível venda de Dudu seguraria os jovens da base no Palmeiras (Foto: César Greco / Agência Palmeiras)

Emprestado ao Al Duhail, Dudu pode ser comprado pelo time do Catar ao final do período de cessão. Mesmo com a eventual venda definitiva do atacante, o assessor de futebol Edu Dracena acredita que, para equilibrar as contas, o Palmeiras precisará negociar um de seus jovens em 2021.

No acordo estabelecido com o Palmeiras, o Al Duhail desembolsou 7 milhões de euros pelo empréstimo de um ano e, ao final, tem a opção de comprar 80% dos direitos econômicos de Dudu por mais 6 milhões de euros. O time do Catar pode decidir até junho e, até o momento, o Palmeiras não foi comunicado sobre o assunto.

“Conversamos quando fomos ao Catar e ele (Dudu) disse por mensagem que está muito feliz, adaptado e que pretende continuar lá”, disse Dracena ao Nosso Palestra na noite de sexta-feira. “No futebol, tudo pode acontecer. É um ídolo e, se tiver que voltar, será recebido de braços abertos”, completou.

De fora do campo, o assessor de futebol viu na última temporada a valorização de jovens como Gabriel Menino, Patrick de Paula, Danilo e Wesley. Para equacionar as contas, de acordo com Dracena, o Palmeiras pode negociar um de seus jovens, mesmo que o Al Duhail exerça sua opção de compra.

“Se vier esse dinheiro (pela negociação de Dudu), com certeza vai nos ajudar bastante para que consigamos manter a casa e ordem. Mas eu acredito muito que, mesmo que o Palmeiras consiga a venda do Dudu, o clube vai ter que vender algum menino para fora”, projetou o ex-zagueiro, ainda sem propostas oficiais pelos garotos.

Na última temporada, apesar das premiações recebidas pela tríplice coroa, o Palmeiras teve R$ 151 milhões de prejuízo. Para 2021, com a pandemia de covid-19 ainda em curso, a diretoria encabeçada por Maurício Galiotte prevê novas dificuldades do ponto de vista econômico.