PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Apesar de recorde de casos de Covid-19, CBF garante que futebol não vai parar

O secretário Walter Feldman e o coordenador médico Jorge Pagura falaram nesta manhã, 10, pela Confederação

13:20 | 10/03/2021
Walter Feldman, secretário-geral da CBF  (Foto: CBF/Divulgação)
Walter Feldman, secretário-geral da CBF (Foto: CBF/Divulgação)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou que as competições nacionais seguirão em decisão conjunta com clubes e federações. Walter Feldman, secretário-geral da CBF, ao lado de Jorge Pagura, coordenador médico da instituição, relatou que o futebol vai continuar pois é um ambiente seguro, responsável e controlado.

“Acompanhados pelas autoridades sanitárias reunimos federações e clubes e decidimos retomar todas as nossas competições. É exatamente isso que será apresentado agora, a aplicação do protocolo sanitário, com a convicção ainda mais forte, no ponto de vista teórico, em agosto, quando retomamos. Mas agora com convicção da aplicação na prática. O futebol é seguro, controlado, responsável e tem todas as condições de continuar”, afirmou Walter Feldman.

Jorge Pagura recebeu a palavra de Walter e contou o que norteia os protocolos de segurança que serão aplicados pela CBF.

“Nós somos médicos treinados par salvar, não há nada mais importante que a vida. Reconhecemos também os problemas de ordem social muito graves, como perda de emprego e diminuição de atividades. Então tentamos unir, realmente aquilo que estamos acostumados a fazer, preservar a saúde de qualquer maneira e tentar elaborar um protocolo que preenchesse realmente alguns preceitos. Primeiro, a segurança de todos, segundo, a controlabilidade e terceiro, a manutenção de atividades”, relatou Jorge Pagura.

Com as competições nacionais mantidas, o Fortaleza seguirá com o confronto fora de casa contra o Caxias-RS pela primeira fase da Copa do Brasil, na próxima semana, 17, às 19h15min, no Centenário.