PUBLICIDADE
NOTÍCIA

MPCE pede "entendimento único" entre FCF e poder público para viabilizar o estádio Domingão

Procuradoria solicita que a praça esportiva seja dotada de condições para ser uma alternativa ao Castelão

Vinícius França
13:05 | 23/09/2020
Domingão não recebe uma partida oficial desde 22 de janeiro de 2020 (Foto: Newton Filho/Ferroviário )
Domingão não recebe uma partida oficial desde 22 de janeiro de 2020 (Foto: Newton Filho/Ferroviário )

O Ministério Público do Estado (MPCE), por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), solicitou que o Governo do Estado, a Federação Cearense de Futebol (FCF) e a Prefeitura Municipal de Horizonte cheguem a um "entendimento único" para dotar o estádio Domingão de condições de jogo. O Ferroviário deve jogar no estádio no sábado, contra o Santa Cruz, já que a CBF decidiu tirar os jogos das Séries C e D do Castelão.

O objetivo, segundo a Procuradoria, é “tornar a praça esportiva uma alternativa viável à Arena Castelão, que tem sofrido com a sobrecarga de jogos, o que pode inviabilizar a continuidade da prática do desporto na Capital”.

O MPCE ainda afirma que a FCF só liberou o estádio Domingão, mesmo com pendências em relação à infraestrutura da praça esportiva, em razão da “excepcionalidade de jogos sem público devido à pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19) e com respaldo na Nota Técnica da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios”.

O Ferroviário é contra mandar seus jogos em Horizonte, e afirma que o Domingão não tem condições físicas para receber as partidas da equipe. O Tubarão trabalha nos bastidores para reverter a decisão da CBF que tira os jogos das Séries C e D do Castelão para “preservar o gramado” da arena. Em Fortaleza, nem o estádio Presidente Vargas nem o Elzir Cabral, casa do Ferrão, estão disponíveis para uso.