PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Relembre como as campanhas de Ceará e Fortaleza no Castelão fizeram diferença no Brasileirão 2019

Vovô e Leão terminaram a última edição do campeonato em posições diferentes, mas jogos diante da torcida foram determinantes nos resultados

Vinícius França
11:01 | 10/08/2020
Festa das torcidas de Ceará e Fortaleza no segundo Clássico-Rei da Série A 2019  (Foto: FCO FONTENELE)
Festa das torcidas de Ceará e Fortaleza no segundo Clássico-Rei da Série A 2019 (Foto: FCO FONTENELE)

A força de um time dentro de sua própria casa é uma das maiores armas para disputar o Brasileirão, independente do objetivono campeonato. Neste ano atípico, as equipes terão que jogar sem estar diante do apoio (ou corneta) de suas torcidas. As arquibancadas cheias fizeram uma boa diferença para Ceará e Fortaleza em 2019, com boa parte dos pontos da dupla sendo conquistados na Arena Castelão.

Na última temporada, o Vovô ficou na 16ª colocação, escapando do rebaixamento. O retrospecto como mandante foi fundamental para evitar a queda: dos 39 pontos ganhos, 30 foram dentro de casa, o equivalente a quase 77% do total. Em 2018, quando permaneceu na primeira divisão no 15º lugar, essa proporção foi de 65%, ganhando 29 dos 44 pontos diante da torcida alvinegra.

Para o Fortaleza, a Arena Castelão também foi bem determinante. O Leão somou 35 de 53 pontos no estádio, equivalente a 66%. A porcentagem é menor porque a campanha da equipe como visitante foi melhor do que a do Vovô. A força ao jogar na capital cearense foi importantíssima para os comandados de Rogério Ceni fazerem uma campanha histórica na Série A, terminando na nona colocação, a melhor do futebol cearense na era dos pontos corridos.

Vale lembrar que os dois times ocuparam o top 10 de média de pública do Brasileirão de 2019. O Ceará ficou na sétima colocação, com 26.010 pagantes por jogo, enquanto o Fortaleza foi o segundo colocado, com média de 33.000 por partida, atrás apenas do Flamengo, campeão da edição.

Na primeira rodada do campeonato neste ano, apenas o Leão estreou em casa. O resultado foi negativo, com derrota por 2 a 0 para o Athletico-PR, e agora a equipe terá que buscar pontos contra o São Paulo, no Morumbi, para se recuperar na tabela. O Alvinegro jogará no Castelão pela primeira vez na quarta, 12, às 21h30min, diante do Grêmio, também buscando subir na classificação depois de derrota fora para o Sport, por 3 a 2.