PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Manjadinho FC: quatro jogadores "patrimônio" do futebol local que disputam o Cearense 2020

Alguns atletas dos oito times que disputam a primeira fase já são figurinhas carimbadas no imaginário do torcedor cearense

09:21 | 08/01/2020
Moré marcou o gol do título da Taça Fares Lopes pelo Caucaia em 2019
Moré marcou o gol do título da Taça Fares Lopes pelo Caucaia em 2019 (Foto: Reprodução/Caucaia EC)

O Campeonato Cearense começou no domingo, 5, e já teve suas primeiras emoções. Com goleada do Barbalha, empates de Ferroviário e Caucaia e vitória fora de casa do Guarany de Sobral, os oito times que disputam a primeira fase  brigam por uma vaga na Copa do Brasil e por seis lugares na fase seguinte. Nesta quarta, 8, a segunda rodada dá continuidade à competição, que também pode punir os dois últimos da fase inicial com um rebaixamento para a segunda divisão.

+ Guia do Campeonato Cearense 2020: Oito times em uma primeira fase relâmpago

Mesmo sem Ceará e Fortaleza, o Estadual ainda tem um charme de atrair as atenções para alguns jogadores que acabam pintando nas equipes menores. Esses atletas já disputaram o campeonato tantas vezes que podem ser considerados “patrimônios” do futebol local. Esportes O POVO decidiu listar quatro jogadores que estão em campo no Cearense deste ano que já fincaram sua imagem na mente do torcedor quando o assunto é o “manjadinho”.

Moré - Caucaia

Moré marcou o gol do título da Taça Fares Lopes pelo Caucaia em 2019
Moré marcou o gol do título da Taça Fares Lopes pelo Caucaia em 2019 (Foto: Reprodução/Caucaia EC)

Talvez nenhum outro nesta lista rodou tanto quanto Reginaldo Chagas Cavalcante, o Moré. Revelado pelo Ceará, o atacante já passou por pelo menos 11 equipes do futebol local. Com 38 anos, o experiente jogador está no Caucaia, onde já conquistou os títulos da Série B do Campeonato Cearense e da Taça Fares Lopes, em que marcou gol na final contra o Atlético-CE. Em 2013, Moré teve um susto ao descobrir um câncer no fígado, mas se recuperou e voltou a entrar em campo. Hoje, mesmo beirando os 40 anos, ainda distribui seus gols nos estaduais da vida.

Clubes: Ceará, Ferroviário, Icasa, Guarani de Juazeiro, Uniclinic, Guarany de Sobral, Horizonte, Floresta, Pacajus, Barbalha e Caucaia

Elanardo - Atlético Cearense

Elanardo é conhecida pela sua qualidade na hora das penalidades máximas
Elanardo é conhecida pela sua qualidade na hora das penalidades máximas (Foto: Kely Pereira/FC Atlético Cearense)

Em 2020, Elanardo completa 15 anos de história no futebol, com boa parte construída no estado do Ceará. Depois de surgir no Itapipoca, o meia teve uma rápida passagem pelo time B do Palmeiras antes de voltar para o Menino Travesso. A partir daí, começaram suas andanças pelos times cearenses. Teve passagens de destaque no Horizonte, chegando às oitavas da Copa do Brasil, no Icasa, onde participou da campanha do “quase acesso” para a Série A, e no Iguatu, onde foi campeão da Série B do Cearense. Exímio batedor de pênaltis, teve sua temporada mais artilheira no Azulão, marcando seis gols em 2018. Voltou ao Itapipoca em 2019, mas não conseguiu o acesso na terceira divisão estadual. No Atlético-CE, o jogador deve acrescentar experiência e qualidade técnica ao grupo do treinador Raimundo Vágner.

Clubes: Itapipoca, Maracanã, Crato, Horizonte, Guarany de Sobral, Iguatu, União, Tiradentes e Atlético-CE

Assisinho - Barbalha

Assisinho teve a chance de fazer o gol do pentacampeonato cearense do Ceará, mas perdeu o título poucos minutos depois
Assisinho teve a chance de fazer o gol do pentacampeonato cearense do Ceará, mas perdeu o título poucos minutos depois (Foto: Divulgação/Ceará SC)

Assisinho foi revelado pelo América-CE e passou por mais seis clubes antes de viver sua melhor fase da carreira no Fortaleza, onde marcou 29 gols em 51 jogos. Seu status de artilheiro lhe rendeu uma transferência para o Ceará, mas nunca conseguiu entregar o mesmo futebol de antes. Na final do Campeonato Cearense de 2015, marcou o gol que daria o pentacampeonato para o Vovô, mas Cassiano evitou o título no lance seguinte. Sofrendo com lesões, ficou fora de muitos jogos antes de deixar o Alvinegro e começar sua peregrinação por vários clubes do futebol local, além de passar também por CRB-AL e Manaus-AM. No Campeonato Cearense deste ano, Assisinho veste a camisa do Barbalha e deve participar também da disputa da Copa do Brasil.

Clubes: América, Icasa, Crato, Crateús, Fortaleza, Ceará, Ferroviário, Guarani de Juazeiro, Barbalha, Nova Russas

André Cassaco - Pacajus

André Cassaco já teve temporadas artilheiras na carreira, principalmente no Horizonte
André Cassaco já teve temporadas artilheiras na carreira, principalmente no Horizonte (Foto: Xandy Rodrigues)

Figurinha carimbada nos times do Horizonte para o Campeonato Cearense, André Cassaco disputa a edição deste ano no Pacajus, recém-promovido da segunda divisão estadual. Formado nas categorias de base do Ceará, o atacante de 31 anos, natural de Fortaleza, jogou em vários times do Nordeste e pouco se aventurou fora da região. No Galo do Tabuleiro, André já disputou nada menos que nove temporadas diferentes, segundo o site oGol, e chegou a ser artilheiro do Brasil no começode 2012. O atacante já fez gols importantes pelo Cacique do Vale do Caju, mas hoje ocupa o banco de reservas da equipe.

Clubes: Ceará, Quixadá, Horizonte, Guarany de Sobral, Pacajus e Tiradentes

Bônus: Treinador - Raimundo Vágner (Raimundinho)

Raimundo Vágner, ou "Raimundinho", ajudou na ascensão do Floresta e hoje tenta emplacar no Atlético Cearense
Raimundo Vágner, ou "Raimundinho", ajudou na ascensão do Floresta e hoje tenta emplacar no Atlético Cearense (Foto: Pedro Chaves/Canal da Bola)

A ascensão recente do Floresta no cenário local deve muito ao que fez o técnico Raimundo Vágner. Na Vila Manoel Sátiro, conquistou títulos sobre os dois grandes clubes do futebol cearense: a Fares Lopes, sobre o Fortaleza, e a Taça dos Campeões Cearense, diante do Ceará. Além disso, conquistou acessos nas divisões inferiores do Campeonato Cearense e levou o Verdão à Série D, sendo eliminado no mata-mata de acesso em 2019. Mas Raimundinho não está na lista apenas pelo trabalho no Floresta. O técnico também passou por times como Barbalha, Iguatu e Icasa, e já assumiu o Quixadá diversas vezes. Hoje no Atlético-CE, o treinador tenta dar continuidade ao trabalho de equipe cearense em ascensão.

Clubes: Barbalha, Iguatu, Crato, Icasa, Ferroviário, Quixadá, Alto Santo, Guarani de Juazeiro, Floresta e Atlético-CE

Técnico

Outra figura carimbada no Estadual é o treinador Raimundo Vágner, o Raimundinho, atualmente no Atlético-CE