PUBLICIDADE
Esportes

Mario Kempes já projeta futuro da seleção argentina sem Messi

Para o ex-jogador, o melhor seria que o futuro da Argentina não envolvesse Lionel Messi

14:00 | 09/07/2018

Mario Kempes, um dos maiores jogadores da história da argentina e campeão do mundo em 1978, já mostra-se preocupado com o futuro da seleção albiceleste após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. O ex-atacante do River Plate falou com a emissora argentina TyC Sports, e comentou sobretudo a respeito da “Messidependência” que tem a equipe.

Para o ex-jogador, o melhor seria que o futuro da Argentina não envolvesse Lionel Messi. A sugestão de Kempes é proporcionar um período de descanso para o camisa 10, e utilizar esse tempo para procurar outros jogadores que possam assumir o protagonismo.

“Temos que deixá-lo descansar, porque já foi visto que ele não pode mais com essa missão. É preciso chamar os jovens que estão na Argentina para começar a trabalhar. Depois, se for necessário e se ele tiver vontade, aí sim incluiriam Messi. Precisam dar um ou dois anos de descanso a ele”, declarou.

Kempes acredita também que é necessário recomeçar todo o trabalho e começar um novo projeto na Argentina. Além disso, voltou a reforçar a necessidade de buscar uma nova safra de jogadores.

“A Argentina é ‘Messimaníaca’. Ele é a alma do time, e se ele não funciona, ninguém tem a capacidade de colocar a equipe no ombro. Os jogadores que estiveram na seleção não tinham personalidade e nem coragem…É necessário apagar tudo e começar de novo. Foram dez anos com estes mesmos jogadores e não se conseguiu nada. Acabou um ciclo, é preciso buscar outros atletas”, disse.

O argentino, que já se mostrou um crítico do trabalho de Jorge Sampaoli na seleção albiceleste, mais uma vez não economizou nas palavras para negativar o desempenho do treinador.

“Vão ficar na história como grandes jogadores de clubes, mas que na seleção não puderam fazer nada. Esta foi a melhor seleção da Argentina em todos os tempos, mas que nunca teve um time de verdade”, finalizou.


Gazeta Esportiva

TAGS