PUBLICIDADE
Esportes

Eden Hazard comanda virada belga e é o cara do jogo

A Bélgica mostrou poder de reação para eliminar o Japão, nesta segunda-feira, em Rostov. Depois de tomar dois gols no começo do segundo tempo, os belgas tiveram paciência e tranquilidade para reverter o placar e garantir a classificação com um tento aos 48 minutos do segundo tempo. Durante o embate, as jogadas ofensivas da seleção europeia [%u2026]

18:15 | 02/07/2018

A Bélgica mostrou poder de reação para eliminar o Japão, nesta segunda-feira, em Rostov. Depois de tomar dois gols no começo do segundo tempo, os belgas tiveram paciência e tranquilidade para reverter o placar e garantir a classificação com um tento aos 48 minutos do segundo tempo.

 

Durante o embate, as jogadas ofensivas da seleção europeia se mantiveram em sua maioria no lado esquerdo de campo, tanto que é que Roberto Martínez abriu mão de Mertens, o meio-campista que ocupava a extremidade direita, e colocou Fellaini para buscar a virada. Em uma dessas investidas pela esquerda, Eden Hazard cruzou na cabeça do jogador do Manchester United, que não desperdiçou, balançando as redes.

Além da assistência, o capitão belga teve participação importante na partida, uma vez que grande parte das tramas de sua seleção passaram por seu pé, funcionando como o motorzinho do lado esquerdo de ataque. Porém, a participação não se resumiu ao setor, tanto é que no início da segunda etapa o jogador do Chelsea recebeu passe de Meunier no centro da área e finalizou acertando a trave.

Com isso, Eden Hazard conquistou o prêmio de melhor atleta em campo pela segunda vez na Copa do Mundo. No embate contra a Tunísia, na fase de grupos, o meio-campista marcou dois gols na vitória belga por 5 a 2.

Agora, Hazard e a ótima geração da Bélgica voltam suas atenções para a Seleção Brasileira, que enfrentam na sexta-feira, em Kazan, às 15 horas (de Brasília).

 

 


Gazeta Esportiva

TAGS