PUBLICIDADE
Esportes

Agüero escreve agradecimento após eliminação argentina sem citar Sampaoli

Dois dias após a eliminação da Argentina pela França nas oitavas de final da Copa, o pouco autor do primeiro e do último gol da Celeste no torneio, Sergio Agüero, se manifestou sobre a campanha de sua seleção. O atacante agradeceu aos argentinos e companheiros. Em uma rede social, o atleta escreveu o seguinte agradecimento. [?]

15:45 | 02/07/2018

Dois dias após a eliminação da Argentina pela França nas oitavas de final da Copa, o pouco autor do primeiro e do último gol da Celeste no torneio, Sergio Agüero, se manifestou sobre a campanha de sua seleção. O atacante agradeceu aos argentinos e companheiros.

Em uma rede social, o atleta escreveu o seguinte agradecimento. ?É hora de agradecer. Meu filho, minha família e meus amigos que me acompanhavam todos os dias. Aqueles que com grande esforço vieram à Rússia para nos encorajar. Para todos aqueles que da Argentina e tantos países nos apoiaram com sentimento e paixão, acrescentando isso e acima de tudo aos meus colegas que são os melhores do mundo para deixar a alma em todos os jogos. Também aos médicos, fisioterapeutas, adereços e chefs que fazem parte de uma grande equipe. Continuar lutando sempre e juntos. Eu te amo Argentina?.

Quem não foi citado no texto de Agüero foi o treinador Sampaoli, bastante criticado pelos argentinos. Antes, o camisa 19 havia falado após o jogo e lamentado a eliminação e comentado sobre adaptações em relação ao treinador.

?É muito difícil analisar o que faltava a seguir. Mas às vezes, quando você começa mal, é difícil fazer as coisas direito. Sempre temos algo que ninguém tem, que é o espírito e a atitude de ganhar, mas temos que nos adaptar às coisas que o técnico nos pede ?, afirmou.

Agüero também já havia assegurado que pretende continuar defendendo a seleção, com ou sem Sampaoli. ?No caso da minha posição, muitos jovens atacantes vêm como promessas. Mas pessoalmente, contanto que o técnico esteja lá, seja Jorge ou outro, e eles ainda precisarem de mim, obviamente estarei disposto?, declarou Kun.

Gazeta Esportiva

Agüero escreve agradecimento após eliminação argentina sem citar SampaoliCopa do Mundo | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Agüero escreve agradecimento após eliminação argentina sem citar Sampaoli

Dois dias após a eliminação da Argentina pela França nas oitavas de final da Copa, o pouco autor do primeiro e do último gol da Celeste no torneio, Sergio Agüero, se manifestou sobre a campanha de sua seleção. O atacante agradeceu aos argentinos e companheiros. Em uma rede social, o atleta escreveu o seguinte agradecimento. [?]

15:45 | 02/07/2018

Dois dias após a eliminação da Argentina pela França nas oitavas de final da Copa, o pouco autor do primeiro e do último gol da Celeste no torneio, Sergio Agüero, se manifestou sobre a campanha de sua seleção. O atacante agradeceu aos argentinos e companheiros.

Em uma rede social, o atleta escreveu o seguinte agradecimento. ?É hora de agradecer. Meu filho, minha família e meus amigos que me acompanhavam todos os dias. Aqueles que com grande esforço vieram à Rússia para nos encorajar. Para todos aqueles que da Argentina e tantos países nos apoiaram com sentimento e paixão, acrescentando isso e acima de tudo aos meus colegas que são os melhores do mundo para deixar a alma em todos os jogos. Também aos médicos, fisioterapeutas, adereços e chefs que fazem parte de uma grande equipe. Continuar lutando sempre e juntos. Eu te amo Argentina?.

Quem não foi citado no texto de Agüero foi o treinador Sampaoli, bastante criticado pelos argentinos. Antes, o camisa 19 havia falado após o jogo e lamentado a eliminação e comentado sobre adaptações em relação ao treinador.

?É muito difícil analisar o que faltava a seguir. Mas às vezes, quando você começa mal, é difícil fazer as coisas direito. Sempre temos algo que ninguém tem, que é o espírito e a atitude de ganhar, mas temos que nos adaptar às coisas que o técnico nos pede ?, afirmou.

Agüero também já havia assegurado que pretende continuar defendendo a seleção, com ou sem Sampaoli. ?No caso da minha posição, muitos jovens atacantes vêm como promessas. Mas pessoalmente, contanto que o técnico esteja lá, seja Jorge ou outro, e eles ainda precisarem de mim, obviamente estarei disposto?, declarou Kun.

Gazeta Esportiva