PUBLICIDADE
Esportes

Título da Copa é saída para acabar com comparações com 1998, diz Varane

Na França, há um grande otimismo com relação à geração atual da seleção nacional, que disputa a Copa do Mundo da Rússia. Tanto é, que o time comandado por Didier Deschamps tem sido alvo de comparações com os campeões mundiais de 1998, liderados por Zinédine Zidane, autor de dois gols na decisão contra o Brasil. [?]

13:15 | 25/06/2018

Na França, há um grande otimismo com relação à geração atual da seleção nacional, que disputa a Copa do Mundo da Rússia. Tanto é, que o time comandado por Didier Deschamps tem sido alvo de comparações com os campeões mundiais de 1998, liderados por Zinédine Zidane, autor de dois gols na decisão contra o Brasil. Para o zagueiro Varane, embora as comparações sejam encaradas com naturalidade, só há um jeito de acabar com elas.

?Nenhum problema em sermos comparados com 1998. Eles ganharam a Copa do Mundo. É difícil comparar gerações, mas podemos achar inspiração no que eles fizeram, no que alcançaram. Quem sabe a gente ganha e aí ninguém mais nos incomoda sobre isso?, afirmou, em coletiva de imprensa concedida nesta segunda-feira.

Em 2018, a Les Bleus encerra sua participação na fase de grupos do Mundial da mesma maneira como encerrou em 1998: enfrentando a Dinamarca. Há 20 anos, Djorkaeff e Petit anotaram os gols da vitória por 2 a 1, que garantiu a liderança do grupo aos franceses. O cenário é extremamente semelhante ao atual, já que os dinamarqueses possuem os mesmos quatro pontos ganhos daquela ocasião, enquanto os azuis novamente buscam os 100% de aproveitamento. Mostrando total respeito aos próximos adversários, Varane, no entanto, apontou que a partida promete não ser nada fácil.

?A Dinamarca leva poucos gols, foram só três nos últimos dez jogos. É um time muito perigoso. Vamos ter que tomar muito cuidado. Temos que ir crescendo ao longo da competição?, reconheceu.

Pelo Grupo C, França e Dinamarca se enfrentam a partir das 11h (no horário de Brasília) desta terça-feira, no Estádio Olímpico de Sochi. No outro confronto do grupo, no mesmo horário, a Áustrália precisa vencer o Peru se quiser ter alguma chance de se classificar às oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Para tal, os Cangurus, na terceira posição, com um ponto ganho, ainda contam com uma vitória dos franceses sobre os dinamarqueses.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS