PUBLICIDADE
Esportes

Rússia só empata e não quebra jejum de vitórias antes de estreia na Copa

Nesta terça-feira, a Rússia, anfitriã da Copa do Mundo que começará no próximo dia 14, fez seu último amistoso antes da sua estreia no Mundial. Apesar de terem um começo animador, os russos apenas empataram por 1 a 1 diante da Turquia, jogo que aconteceu às 13 horas, na Arena CSKA e que serviu para [?]

15:30 | 05/06/2018

Nesta terça-feira, a Rússia, anfitriã da Copa do Mundo que começará no próximo dia 14, fez seu último amistoso antes da sua estreia no Mundial. Apesar de terem um começo animador, os russos apenas empataram por 1 a 1 diante da Turquia, jogo que aconteceu às 13 horas, na Arena CSKA e que serviu para o técnico Stanislav Cherchesov  fazer os últimos ajustes antes do confronto diante da Arábia Saudita.

O Jogo ? Pressionados por causa do jejum de vitória, os russos sabiam que uma vitória seria fundamental para que o time pudesse ir mais confiante para o Mundial que jogará em casa. Com isso, pressionaram no início da partida, mas logo viram os turcos equilibrarem as ações ofensivas, com Caglar Soyuncu tendo a melhor chance ao cabecear uma bola a centímetros da trave.

Depois do lance de perigo do time turco, os russos melhoraram e chegaram ao primeiro gol da partida, fazendo com que os donos da casa se sentissem mais aliviados. Dzagoev deu belo passe para Samedov que, dentro da área, conseguiu uma bela cavadinha para deixar os russos na frente do marcador.

Com o gol marcado, os russos voltaram para o segundo tempo mais recuados, tentando ampliar a vantagem com rápidos contra-ataques. No entanto, a estratégia não deu certo já que aos 14 minutos, Yunus Malli acertou lindo chute de fora da área e conseguiu empatar o jogo. Os dois times até que tentaram manter o ritmo e buscar o gol que poderia ser da vitória, porém faltava criatividade para os dois ataques, que iam mais no lançamento do que no passe no chão.

Com o empate, a equipe russa vai para o Mundial coberta de desconfiança. Agora, são sete jogos seguidos sem saber o que é vencer e com um retrospecto parecido com o dos últimos jogos, dificilmente os anfitriões estarão entre os dois melhores times do Grupo A da Copa do Mundo, que além dos russos e sauditas, tem a seleção do Egito e a do Uruguai, bicampeã mundial.

Turcos já fizeram história na Copa do Mundo

O grande momento da história da seleção da Turquia foi há 16 anos. Na Copa do Mundo de 2002, realizada na Coréia do Sul e Japão, a equipe teve um resultado impressionante, já que mesmo sem grandes nomes no cenário mundial, terminou a competição na terceira colocação. Além disso, marcaram o gol mais rápido da história dos Mundiais, ao fazer aos 11 segundos dante dos anfitriões sul-coreanos, na disputa pelo terceiro lugar.

Curiosamente, a Turquia enfrentou duas vezes a Seleção Brasileira nesta edição do Mundial. Na primeira fase, o Brasil venceu por 2 a 1, no que seria a estreia dos dois times. Depois de algumas semanas, os dois países se enfrentaram novamente, desta vez na semifinal da competição. O gol de Ronaldo deu o triunfo brasileiro e a vaga para a grande final, que seria a última partida antes do pentacampeonato.

Gazeta Esportiva

TAGS