PUBLICIDADE
Esportes

Membro da comissão técnica do Irã é internado após gol anulado pelo VAR

A informação veio do técnico Carlos Queiroz, que não quis revelar a identidade do colega, mas afirmou que o incidente aconteceu logo após o árbitro Andres Cunha ter anulado o gol de Saeid Ezatolahi

22:30 | 20/06/2018
NULL
NULL

[FOTO1]Uma decisão do VAR causou a internação de um membro da delegação do Irã. A informação veio do técnico Carlos Queiroz, que não quis revelar a identidade do colega, mas afirmou que o incidente aconteceu logo após o árbitro Andres Cunha ter anulado o gol de Saeid Ezatolahi, que daria o empate ao time asiático contra a Espanha.

 

“Neste momento, nós estamos preocupados porque um membro do nosso staff está com problemas de saúde depois da decisão do VAR. Nós estamos muito preocupados com ele. Ele foi para o hospital e esperamos que tudo fique bem. Ao membro do nosso staff, nossas preces estão com ele agora. Ele ficou extremamente emocionado. Essa é a afeição dos torcedores iranianos pela seleção nacional”, afirmou Queiroz.

 

O lance aconteceu aos 17 minutos do primeiro tempo, quando Ezatolahi aproveitou sobra na área e fuzilou. O iraniano, que comemorou muito, inclusive com reza, porém, estava impedido após desvio no meio da área.

 

Com o resultado, Iniesta, Sérgio Ramos e companhia chegam a quatro pontos conquistados e dividem a liderança do Grupo B com Portugal, que derrotou Marrocos no primeiro jogo do dia. A diferença, atualmente, está nos cartões amarelos levados pelos portugueses (2 a 1), que dão a liderança para os espanhóis. Com três pontos, os iranianos têm chances reais de classificação às oitavas de final.

 

Na próxima rodada, a última da chave, os comandados de Carlos Queiroz encaram a equipe de Portugal, na Arena Mordóvia, em Saransk, às 15h (de Brasília) da segunda-feira. No mesmo horário, os espanhóis terão pela frente o já eliminado Marrocos, em Kaliningrado.


Gazeta Esportiva

TAGS