PUBLICIDADE
Esportes

Manuel Fernandes admite dependência de Portugal por CR7: ?Diferencial?

Muitas das ambições da seleção de Portugal na Copa do Mundo da Rússia passam pelos pés e pelas boas atuações de Cristiano Ronaldo. Essa é opinião que, apesar de evidente, nem sempre é vista com bons olhos pelo restante dos jogadores, mas não é o caso de Manuel Fernandes. Convocado para defender os lusos no [?]

08:15 | 11/06/2018

Muitas das ambições da seleção de Portugal na Copa do Mundo da Rússia passam pelos pés e pelas boas atuações de Cristiano Ronaldo. Essa é opinião que, apesar de evidente, nem sempre é vista com bons olhos pelo restante dos jogadores, mas não é o caso de Manuel Fernandes. Convocado para defender os lusos no Mundial, o meio-campista admitiu uma dependência de CR7, mas utilizou a conquista da Euro para ponderar.

?Levando em consideração que Cristiano (Ronaldo) é um dos melhores do mundo e um jogador tão importante, acaba sendo normal uma dependência de seus gols, porque sabemos que ele tem capacidade para fazer a diferença. Mas Portugal foi campeão (da Eurocopa, em 2016) tendo o grupo como ponto forte, não pela individualidade?, disse Manuel Fernandes em entrevista coletiva.

Capitão português na campanha do título em solo francês, Ronaldo foi substituído ainda no primeiro tempo da decisão contra os anfitriões por conta de uma lesão. Na oportunidade, o time mostrou muita competência para segurar o poderio do adversário e isso fez com que o companheiro fosse perguntado, nesta segunda, se o craque ofusca o restante dos jogadores.

?Jamais ter o Cristiano é prejudicial. Pelo Contrário. É um jogador que exige muito de si mesmo e dessa forma tem como exigir de nós todos. Portugal não poderia ter sido campeão da Europa só com Cristiano, mas ele foi um diferencial positivo. Todos estão preparados para dar um passo em frente?, completou.

No Grupo B da Copa do Mundo, a seleção portuguesa estreia na próxima sexta-feira, em Sochi, logo com um clássico ibérico. Às 15h (de Brasília), os comandados de Fernando Santos enfrentam a Espanha, uma das seleções candidatas ao título. Porém, o entrevistado não espera sua equipe com uma postura defensiva ou satisfeita com o empate.

?Temos que fazer de tudo para vencer o jogo inaugural. Nós não vamos jogar para empatar, porque assim a derrota será mais provável. O objetivo é vencer todos os jogos do grupo e depois vemos o que se pode fazer?, pontuou. ?A Espanha é uma seleção de respeito e acredito que vão manter seu estilo, com posse de bola?, finalizou Fernandes em Kratovo, sede da concentração lusa.

Gazeta Esportiva

TAGS