PUBLICIDADE
Esportes

Kolarov vê gol ?na hora certa? e dedica para dirigente da seleção Sérvia

Quem acordou cedo para acompanhar a vitória da Sérvia sobre a Costa Rica por 1 a 0 não viu um grande jogo em âmbito técnico, mas um embate físico e tático que, ainda assim, ficou em segundo plano diante do golaço de Aleksandar Kolarov, que deu aos europeus a estreia com três pontos na Copa [?]

13:15 | 17/06/2018

Quem acordou cedo para acompanhar a vitória da Sérvia sobre a Costa Rica por 1 a 0 não viu um grande jogo em âmbito técnico, mas um embate físico e tático que, ainda assim, ficou em segundo plano diante do golaço de Aleksandar Kolarov, que deu aos europeus a estreia com três pontos na Copa do Mundo. Após o triunfo, o lateral valorizou a atuação coletiva, mas reconheceu que o tento foi mais do que importante para o resultado final.

?A falta veio em um momento no qual a partida estava muito difícil e eu sabia que uma boa cobrança mudaria as coisas e a situação do jogo. Foi o que exatamente isso que eu fiz, confiei, executei bem e saímos com a vitória?, disse o autor do gol depois de receber o prêmio de melhor jogador da partida. Posteriormente, aproveitou para dedicar as conquistas ao diretor da seleção, Goran Bunjevcevic.

?Sabíamos que era preciso uma boa atuação e todos estavam dispostos a dar tudo de si. As faltas vinha treinando há algum tempo e ainda bem que na hora certa saiu de forma perfeita. Como capitão desse time, estou muito satisfeito e aproveito para dedicar a vitória e o gol ao diretor Goran Bunjevcevic, que está com problemas de saúde?, completou.

Com três pontos, a Sérvia larga na frente em uma disputa que conta, teoricamente, com Suíça e Costa Rica como forças secundárias do grupo diante do favoritismo do Brasil. Mesmo assim, o camisa 11 freou a empolgação e admitiu já estar pensando no confronto contra a outra seleção europeia do grupo, que medem forças na próxima sexta-feira, em Kaliningrado.

?Tenho certeza que enfrentar a Suíça vai ser muito difícil, mas não podemos querer jogar pelo empate. Queremos ganhar e vamos ver o que nos espera. Esse caráter imprevisível é o melhor do futebol. Agora é justo que a gente comemore uma vitória, mas só um pouquinho!?, brincou Kolarov.

Gazeta Esportiva

TAGS