PUBLICIDADE
Esportes

Iniesta não garante aposentadoria da seleção da Espanha após a Copa

Assim que Julen Lopetegui anunciou o nome de Iniesta como um dos convocados para defender a Espanha na Copa do Mundo, uma expectativa grande tomou conta dos noticiários quanto a possibilidade do Mundial da Rússia ser o último ?ato? do ídolo vestindo a camisa da seleção, até mesmo pelos indícios dados pelo jogador, que recentemente [?]

15:45 | 05/06/2018

Assim que Julen Lopetegui anunciou o nome de Iniesta como um dos convocados para defender a Espanha na Copa do Mundo, uma expectativa grande tomou conta dos noticiários quanto a possibilidade do Mundial da Rússia ser o último ?ato? do ídolo vestindo a camisa da seleção, até mesmo pelos indícios dados pelo jogador, que recentemente decretou sua saída do Barcelona para atuar pelo Vissel Kobe, do Japão.

Nesta terça-feira, porém, o capitão da equipe fez questão de ir aos microfones e, entre outros temas, abordou sobre seu futuro, fazendo questão de não confirmar sua aposentadoria após a Copa. Depois de um treino aberto da seleção à imprensa na Cidade do Futebol, o campeão mundial em 2010 não descartou seguir à disposição para defender a Fúria, mesmo atuando em um mercado ?alternativo?.

?Não viria pelo que fiz, mas porque estou em condições. É claro que este Mundial pode ser a minha última aparição com a seleção, mas, assim que o campeonato terminar, vou analisar tudo, começar em meu novo destino e analisar as circunstâncias. Não descarto continuar, mas é muito difícil porque sempre tive uma vida que relacionou o Barcelona com a seleção. Depois da Copa decidiremos o que fazer?, disse Iniesta.

Depois de uma campanha apagada em 2014, a Espanha chega como uma das favoritas a conquistar o título na Rússia. O meia, porém, pregou cautela e afirmou que espera desfrutar ao máximo a competição, sem deixar aflorar possíveis sentimentos de despedida que possam interferir negativamente.

?Será especial, porque será meu último Mundial e isso torna as coisas mais especiais. Mas não quero ter na cabeça que será o último, pois isso afeta a mente. Quero encará-lo como o primeiro. É um desafio muito grande após as decepções na última Eurocopa e Copa do Mundo?, ressaltou.

No Grupo B da Copa do Mundo, a Espanha estreia no dia 15 de junho, no Estádio Olímpico de Sochi, contra a seleção de Portugal. Cinco dias depois, os campeões em 2010 viajam até Kazan para enfrentar o Irã. A derradeira partida da fase de grupos está programada para o dia 25 de junho diante do Marrocos.

Gazeta Esportiva

TAGS