PUBLICIDADE
Esportes

França e Dinamarca se enfrentam em possível ?jogo de compadres?

Com duas vitórias seguidas, de 2 a 1 sobre a Austrália e 1 a 0 sobre o Peru, a França encara a Dinamarca nesta terça-feira, às 11h(de Brasília), no Estádio Luzhniki, em Moscou, na Rússia, pela última rodada do Grupo C. Com seis pontos conquistados, a campeã mundial de 1998 já está garantida nas oitavas [?]

20:15 | 25/06/2018

Com duas vitórias seguidas, de 2 a 1 sobre a Austrália e 1 a 0 sobre o Peru, a França encara a Dinamarca nesta terça-feira, às 11h(de Brasília), no Estádio Luzhniki, em Moscou, na Rússia, pela última rodada do Grupo C. Com seis pontos conquistados, a campeã mundial de 1998 já está garantida nas oitavas de final. Já os dinamarqueses, que ficaram no 1 a 1 com a Austrália no último jogo, aparecem na segunda posição, com quatro pontos, e precisam de mais um pontinho para se classificarem.

Este jogo, porém, está sob suspeita de muitos torcedores, principalmente os adpetos de ?teorias da conspiração?. Isso porque, com um empate, os franceses garantem a liderança e os dinamarqueses a classificação. Em caso de derrota, a Dinamáquina dependeria ainda de um tropeço da Austrália, que tem um ponto e no mesmo horário, em Sochi, duela com o já eliminado Peru, que sequer conseguiu pontuar.

Porém, como o técnico da França, Didier Deschamps, decidiu poupar vários titulares, passou a se cogitar a hipótese dele querer facilitar a vida da Dinamarca, perder a primeira colocação e fugir de um eventual confronto com a Argentina, que está em um Grupo D onde a Croácia, surpreendentemente, assegurou a primeira posição.

?Talvez um empate sirva para os dois, mas eu nem quero falar sobre isso. Mas não vamos ajudar a Dinamarca. Vamos jogar para ganhar, e a Dinamarca também. E ainda não estou pensando em quem vou enfrentar na próxima fase?, disse o treinador.

Os meias Paul Pogba e Blaise Matuidi serão preservados por estarem pendurados com um cartão amarelo. Também serão poupados, mas apenas por questão de desgaste, o goleiro Hugo Lloris, o lateral-direito Benjamin Pavard, o zagueiro Samuel Umtiti e o atacante Kylian Mbappé.

Pelo lado da Dinamarca, o técnico Aage Hareide também descarta um jogo de ?compadres?.

?Isso não existe no futebol. Nenhum treinador avisa a seu time que vai fazer isso, que pretende jogar pelo empate. Não podemos dar chance para o azar, pois precisamos buscar a vitória?, disse Hareide, que vai repetir a escalação do jogo com a Austrália.

FICHA TÉCNICA

DINAMARCA X FRANÇA

Local: Estádio Luzhniki, em Moscou (Rússia)

Data: 26 de junho de 2018 (Terça-feira)

Horário: 11h(de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Brasil)

Assistentes: Emerson de Carvalho (Brasil) e Marcelo Van Gasse (Brasil)

DINAMARCA: Kasper Schmeichel, Henrik Dalsgaard, Simon Kjaer, Andreas Christensen e Jens Stryger Larsen; Lasse Schöne, Thomas Delaney e Christian Eriksen; Yussuf Poulsen, Pione Sisto e Nicolai Jörgensen

Técnico: Aage Hareide

FRANÇA: Steve Mandanda, Djibril Sidibé, Raphaël Varane, Presnel Kimpembe e Lucas Hernandez; N?Golo Kanté, Steven N?Zonzi e Thomás Lemar; Ousmane Dembélé, Olivier Giroud e Antoine Griezmann

Técnico: Didier Deschamps

Gazeta Esportiva

TAGS