PUBLICIDADE
Esportes

Fagner admite pressão, mas vislumbra melhora em ?momentos decisivos?

Às vésperas do duelo decisivo com a Sérvia, Fagner tratou de tranquilizar a torcida brasileira. Ciente de que o time canarinho rendeu abaixo do esperado nos dois primeiros compromissos pela Copa do Mundo, o lateral direito acredita que a evolução acontecerá na hora certa. ?O mais importante é começar a ter o crescimento nos momentos [?]

07:15 | 25/06/2018

Às vésperas do duelo decisivo com a Sérvia, Fagner tratou de tranquilizar a torcida brasileira. Ciente de que o time canarinho rendeu abaixo do esperado nos dois primeiros compromissos pela Copa do Mundo, o lateral direito acredita que a evolução acontecerá na hora certa.

?O mais importante é começar a ter o crescimento nos momentos decisivos da competição. Temos um jogo difícil contra a Sérvia. Mas, fazendo tudo o que estamos fazendo, cada vez mais o grupo vai se consolidando para chegar muito forte nos momentos decisivos?, projetou Fagner.

De acordo com o jogador do Corinthians, a Seleção Brasileira passou a ser questionada neste início de Mundial por não conseguir corresponder às expectativas geradas pela ótima campanha nas Eliminatórias. Sob o comando de Tite, a equipe ostenta um aproveitamento de 85,7% dos pontos disputados, com 18 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota.

?A pressão existe por tudo o que fizemos lá atrás, desde as Eliminatórias. Gerou expectativa e uma pressão. Estamos muito satisfeitos com os desempenhos, mas sabemos que existe margem de melhora. Sabemos que no decorrer da competição vamos melhorando jogo a jogo?, avaliou.

Para defender o futebol do Brasil, Fagner citou a estratégia mais conservadora das seleções consideradas inferiores. ?Muitas vezes, pelo Brasil estar entre as potências, as outras equipes se preparam e dificultam muito mais. Quem pega Brasil, Espanha, Portugal, Inglaterra, cria uma estratégia para neutralizar seus pontos fortes?, concluiu.

O cenário descrito por Fagner pode se desenhar nesta quarta-feira, a partir das 15 horas (de Brasília), contra a Sérvia, em Moscou. Com quatro pontos ganhos, a Seleção Brasileira lidera o Grupo E e joga por um empate para avançar às oitavas de final da Copa do Mundo.

Gazeta Esportiva

TAGS