PUBLICIDADE
Esportes

Enzo Pérez lamenta corte de Lanzini, mas reitera confiança para Copa

Enzo Pérez é um dos jogadores na Copa do Mundo da Rússia que acabaram ?beneficiados? pelos cortes. O volante do River Plate acabou preterido por Jorge Sampaoli na convocação anunciada primeira e oficialmente, mas acabou sendo chamado às pressas com o corte de Manuel Lanzini, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito durante [?]

11:30 | 11/06/2018

Enzo Pérez é um dos jogadores na Copa do Mundo da Rússia que acabaram ?beneficiados? pelos cortes. O volante do River Plate acabou preterido por Jorge Sampaoli na convocação anunciada primeira e oficialmente, mas acabou sendo chamado às pressas com o corte de Manuel Lanzini, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito durante a preparação.

Em sua apresentação à delegação da Argentina, que desembarcou na Rússia no último sábado, Pérez lamentou o jeito pelo qual acabou sendo convocado, diante da lesão do companheiro, mas exaltou a oportunidade de fazer parte de um grupo qualificado e disputar seu segundo Mundial consecutivo.

?Estou muito feliz por poder jogar minha segunda Copa consecutiva. Claro que a gente não gosta de ser chamado nessa situação, com um companheiro perdendo a oportunidade de disputar a Copa devido a uma lesão. É difícil. Mas foi assim que as coisas aconteceram, então tenho que comemorar já que estou aqui?, disse Pérez ao site da Federação Argentina (AFA).

A cinco dias da estreia na Copa do Mundo, o volante chega em declínio físico, técnico e tático em relação aos companheiros. Fora da preparação inicial em solo argentino e da segunda parte realizada em Barcelona, Enzo não deve ser uma das primeiras opções de Sampaoli para a primeira fase. Lanzini, cortado por lesão, era considerado titular.

?Fisicamente estou bem, mas acabei tendo um período de férias depois de terminar o Campeonato Argentino. Estive treinando na última semana, mas agora preciso correr para estar a par de tudo?,  finalizou Pérez.

No Grupo D do Mundial, a Argentina estreia dia 16 de junho diante da Islândia, às 10h (de Brasília). Cinco dias depois, o adversário da vez será a Croácia, em Nizhny Novgorod, às 15h (de Brasília). A última partida da primeira fase será dia 26, em São Petersburgo, diante da Nigéria.

Gazeta Esportiva

TAGS