PUBLICIDADE
Esportes

Em dia pouco inspirado de Portugal, Rui Patrício fecha o gol e se destaca

Na manhã desta quarta-feira, a seleção portuguesa entrou em campo pela segunda vez na Copa do Mundo da Rússia e garantiu uma vitória dura, suada, pelo placar de 1 a 0, diante de Marrocos. O gol foi marcado pelo principal jogador da equipe, Cristiano Ronaldo, aos quatro minutos da etapa inicial. O grande destaque do [?]

11:30 | 20/06/2018

Na manhã desta quarta-feira, a seleção portuguesa entrou em campo pela segunda vez na Copa do Mundo da Rússia e garantiu uma vitória dura, suada, pelo placar de 1 a 0, diante de Marrocos. O gol foi marcado pelo principal jogador da equipe, Cristiano Ronaldo, aos quatro minutos da etapa inicial. O grande destaque do jogo, contudo, não foi o camisa 7. Rui Patrício, com uma ótima atuação, foi o cara do jogo.

O time português, de um modo geral, não foi bem na partida. Sem produzir muito ofensivamente, a equipe lusa se defendeu na maior parte do tempo, sobretudo na segunda etapa. Nesse cenário, portanto, Rui Patrício foi fundamental. Não seria exagero, inclusive, dizer que foi o goleiro quem segurou a vitória dos atuais campeões europeus.

A primeira intervenção do camisa 1 foi aos 11 minutos do primeiro tempo, após cabeçada de Benatia que saiu rasteira, precisa. Contudo, foi na etapa complementar que a estrela do arqueiro realmente brilhou. Aos 10 minutos, segurou um chute firme de Belhanda. No lance seguinte, o mesmo adversário subiu mais que todo mundo e cabeceou para o chão, no cantinho, obrigando uma defesa que, salvas as devidas proporções, lembrou a de Gordon Banks, contra Pelé, na Copa do Mundo de 1970.

Gazeta Esportiva

TAGS