PUBLICIDADE
Esportes

De olho na Costa Rica, Seleção se preocupa até com horário de treino

12:30 | 20/06/2018
NULL
NULL

[FOTO1] A Seleção Brasileira seguiu com sua preparação para o duelo com a Costa Rica nesta quarta-feira, em Sochi. O treinamento, que contou com a presença de Neymar, aconteceu por volta das 15h do horário local, 9h (de Brasília), justamente para simular as condições do segundo compromisso do time canarinho, marcado para a parte da manhã, no Brasil, da próxima sexta.

A previsão é de que os brasileiros e costarriquenhos se enfrentem sob forte sol em São Petersburgo. Justamente por isso, a comissão técnica antecipou a última atividade antes de deixar Sochi para o segundo compromisso da Seleção Brasileira no Mundial.

“Fizemos um aquecimento rápido, com ativação. Tínhamos um sol bem parecido com o que teremos no jogo. Corrigimos algumas coisas, mas focamos no nosso estilo de jogo. A parte principal do treino foi um trabalho em meio-campo, dois times, um gol apenas. Trabalho com componentes táticos e técnicos, onde se trabalha o posicionamento”, afimou o auxiliar técnico Sylvinho.

Neymar, que permaneceu na fisioterapia durante a manhã em Sochi, foi a campo e treinou sem qualquer restrição à tarde. Embora tenha abandonado o treinamento da última terça-feira, o craque brasileiro deverá enfrentar a Costa Rica na próxima sexta, quando tentará se redimir da estreia apagada na Copa do Mundo contra a Suíça.

Além do trabalho tático e técnico, os jogadores também aproveitaram para aprimorar as jogadas de bola parada. Escanteios e cruzamentos laterais receberam atenção especial do técnico Tite, que, posteriormente, viu seus atletas calibrarem o pé em algumas cobranças de pênalti e falta antes do fim da atividade.

A Seleção Brasileira volta a treinar em São Petersburgo, nesta quinta-feira, quando fará o reconhecimento do gramado do estádio Krestovsky.

 


Gazeta Esportiva

TAGS