PUBLICIDADE
Esportes

Capitão, Jesus diz se estimular com concorrência de Firmino

Como um bom capitão faria, o centroavante Gabriel Jesus foi político ao comentar a disputa pela titularidade na Seleção Brasileira que trava com Roberto Firmino. O jogador do Manchester City é o preferido do técnico Tite, que lhe premiou com a braçadeira (o gaúcho adota um rodízio na função) no amistoso contra a Croácia, neste [?]

16:30 | 02/06/2018

Como um bom capitão faria, o centroavante Gabriel Jesus foi político ao comentar a disputa pela titularidade na Seleção Brasileira que trava com Roberto Firmino. O jogador do Manchester City é o preferido do técnico Tite, que lhe premiou com a braçadeira (o gaúcho adota um rodízio na função) no amistoso contra a Croácia, neste domingo, em Liverpool.

?Essa concorrência é boa para mim, para ele, para a Seleção e para os brasileiros. É bom que haja concorrência em todas as posições. Ele quer jogar, e eu, continuar jogando?, sorriu Gabriel Jesus, neste sábado, sem se intimidar com o bom momento do companheiro. ?Sempre estou preparado. As coisas aconteceram rapidamente na minha vida. Há dois anos, eu nem jogava como centroavante. Então, encaro bem a responsabilidade?, assegurou.

Jesus tinha motivos para estar receoso. Em 2018, o ex-jogador do Palmeiras já precisou superar uma lesão ligamentar no joelho esquerdo e amargou a reserva do argentino Sergio Agüero no City. Também na Inglaterra, Firmino se firmou como um dos grandes destaques do Liverpool, clube finalista da última Liga dos Campeões e anfitrião do amistoso contra a Croácia.

?Na minha vida no futebol, desde que subi para os profissionais do Palmeiras, sempre tive que brigar por posição. Em 2015, o Palmeiras tinha contratado mais de 15 jogadores, e eu encarei, como sempre fiz, mesmo com medo. Ter um concorrente é bom para mim, porque me empenho mais e procuro evoluir?, repetiu Jesus.

Tite não cedeu aos pedidos pela titularidade de Roberto Firmino. ?Há uma competição, e o Gabriel está arrebentando?, explicou o treinador, sem deixar de prestigiar o seu outro centroavante. ?Ele está botando a pressão. Naquele 5 a 2 contra a Roma, eu estava aqui, vendo o Liverpool. Assisti ao jogo de pé pela primeira vez na vida, porque não dava para sentar no meio da torcida. O Firmino tem as suas virtudes. Por isso, foi convocado e pode entrar como um jogador centralizado a qualquer momento?, disse.

Gabriel Jesus continuará a se dedicar para que Firmino não entre em momento algum, ao menos no início dos jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia. Para isso, quer deixar também uma boa impressão como capitão da equipe. ?Até brinquei com o Danilo: se ele chegar à linha de fundo e não cruzar, vou dar bronca. O professor deixou bem claro que também sou um líder. Tenho que assumir essa responsabilidade?, afirmou o concorrente de Firmino.

Gazeta Esportiva

TAGS